quinta-feira, 10 de julho de 2008

Em jogo com tempos distintos, Galo e Flamengo ficam no empate

Grandes rivais, principalmente após a década de 80, se enfrentaram nesta quarta-feira, no Mineirão. Atlético-MG e Flamengo fizeram jus à rivalidade e travaram um disputado duelo, que terminou empatado por 1 a 1. Pior para o time alvinegro, que chegou à quarta partida seguida sem vencer no Campeonato Brasileiro, segunda seguida em casa . Mesmo assim, subiu provisoriamente duas posições, para a 13ª. Já os Rubro-Negros seguem na liderança isolada do Nacional, agora com 23 pontos.

As duas equipes entraram em campo desfalcadas. O time atleticano não contou com César Prates, que estava atuando na lateral-esquerda. Em seu lugar, Alexandre Gallo improvisou Amaral e escalou Mariano no flanco-direito. Já o Flamengo não teve as presenças de Leonardo Moura, suspenso, e Ibson, que não teve seu nome inscrito no boletim da CBF. O outro desfalque - este para o resto do campeonato - foi Renato Augusto, vendido para o futebol europeu.

O Flamengo, lider do Brasileirão, se impôs durante a primeira etapa. Com os volantes Jaílton e Toró saindo pouco para o jogo, os laterais Luisinho, substituto de Leonardo Moura, e Juan tiveram totais liberdades para atacar. Caio Júnior, inteligente, explorou o setor esquerdo atleticano, colocando Marcinho aberto, nas costas do perdido Amaral. A estratégia deu certo, e aos 17min, o ex-atleticano Marcinho abriu o marcador. O meia-atacante recebeu lançamento no lado direito da área, driblou Amaral e arrematou de pé esquerdo.

Com o placar adverso e observando a sobrecarga em Amaral, Alexandre Gallo promoveu a entrada de Castillo no lugar do lateral. Renan assumiu o setor esquerdo e a equipe mineira passou a atuar com praticamente três atacantes. A modificação surtiu efeito principalmente no segundo tempo, quando o Galo dominou todas as ações do embate.

Entretanto, a deficiência nas finalizações, que acompanha o Atlético deste o inicio do ano, foi visível mais uma vez. Mas, mesmo com vários erros nas conclusões, o alvinegro foi premiado pela persistência e logrou o empate aos 32min da etapa complementar. Após cobrança de escanteio pela direita, Petkovic pegou o rebote na ponta esquerda e mandou para área, onde Marcos desviou para o gol. A partir de então, o duelo ficou franco e as duas equipes tiveram oportunidades, sendo que o Atlético acertou a trave com Serginho, aos 42min.

Atlético e Flamengo têm pela frente clássicos estaduais. O Galo encara o Cruzeiro, domingo, no Mineirão enquanto o Rubro-Negro enfrenta o Vasco, no mesmo dia, no Maracanã.

Mandantes vencem

Em seu retorno ao Estádio dos Aflitos, antes interditado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o Náutico venceu o São Paulo de virada, com gols de Radamés e Everaldo. Borges abriu o placar para o Tricolor, que viu chegar ao fim a seqüência de oito rodadas sem derrotas.

Em partida de tempos distintos, o Internacional, em ascensão, conseguiu vitória modesta sobre o Goiás. O colorado venceu por 1 a 0, no Beira-Rio, gol do atacante Adriano, que entrara no segundo tempo.

No Couto Pereira, os desfalques não foram problema para o técnico Dorival Júnior. O Coritiba atropelou a Portuguesa com goleada de 4 a 0 marcada no segundo tempo. Hugo fez dois e Keirrison e Rubens Cardoso definiram a vitória sobre a Lusa, que, além de jogar muito mal, teve o atacante Diogo expulso.

Imagem: Emmanuel Pinheiro/EM


Luciano Dias

Um comentário:

loans with bad credit disse...

I like the way you wrote this kind of blog.


loans with bad credit