segunda-feira, 14 de julho de 2008

Em clima de desconfiança, São Paulo vence o Palmeiras

No clássico paulista, o São Paulo levou a melhor e derrotou o Palmeiras por 2 a 0, no Morumbi. O Tricolor deu a resposta ao clima de desconfiança após o empate em casa contra o Ipatinga e a derrota para o Náutico.

Com o resultado, o atual bicampeão nacional encerra um jejum de três partidas sem um resultado positivo e ainda deixa o Palmeiras sem sentir o gosto de uma vitória pela terceira rodada seguida do Campeonato Brasileiro. Na classificação, os dois paulistas continuam abaixo do esperado. O Palmeiras está com 18 pontos contra 17 do Tricolor. Ambos ficam fora por mais uma rodada do G-4 da competição.


Pressionado por um desempenho melhor no Brasileirão, o São Paulo apresentou uma postura extremamente ofensiva nos instantes iniciais do clássico. Com quatro minutos, o Tricolor chegou duas vezes com Borges. Diante de uma intensa pressão, o São Paulo inaugurou o marcador aos 7min, com André Dias, que, como um centroavante, aproveitou cruzamento rasteiro de Jorge Wagner.

Surpresa de Muricy Ramalho na escalação, Dagoberto tinha a instrução clara de atuar nas costas dos laterais adversários. Com espaço principalmente na ponta direita, ele finalizou duas vezes com perigo de forma consecutiva, assustando Marcos. O Palmeiras, acuado, deu apenas um chute durante o primeiro tempo.

Em contrapartida, a etapa complementar foi mais disputada. O Verdão foi mais contundente no ataque, mas nada que preocupasse a boa defesa são-paulina. No final, o Palmeiras foi para o risco total, com o rápido Lenny no lugar de Léo Lima. O São Paulo aproveitou os espaços e definiu a fatura. Aos 38min, Jorge Wagner invadiu a área pela direita e rolou para o arremate de Éder Luís, que acabara de entrar. Nos acréscimos, nem mesmo o gol de Jeci, de cabeça, evitou o revés alviverde.

Na próxima rodada, o Palmeiras volta a jogar no Palestra Itália diante do Fluminense. Já o São Paulo enfrenta o Vitória, no Barradão.

Imagem: Globo

Em pernambuco, Sport surpreende Náutico

Ainda não foi neste domingo o dia em que o Náutico conseguiu vencer o Sport em 2008. Após uma vitória e um empate no Campeonato Pernambucano, o Leão voltou a bater o arqui-rival nos Aflitos, pelo Brasileiro, por 2 a 0 e viu sua situação melhorar na tabela.

No clássico deste domingo, os leoninos acalmaram os ânimos da torcida aos 11min, com Carlinhos Bala à frente do placar. Os alvirrubros tentaram empatar a todo custo, mas sofreram o segundo gol aos 3min do segundo tempo, quando Durval cabeceou nas redes, decretando o marcador


Luciano Dias

Um comentário:

Juan disse...

O partido do Sao Paulo foi moi bo. A min sempre me gustou o porteiro do Sao Paulo, sempre tiraba as faltas e ás veces marcaba e outras lle marcaban.

Un saúdo.
Pásate polo meu blog: http://marcador-deportivo.blogspot.com/