sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Leão anuncia despedida do Atlético-MG em 2008

O técnico Emerson Leão anunciou nesta sexta-feira que não continuará no Galo na temporada 2008. A decisão, anunciada em entrevista coletiva na Cidade do Galo, foi tomada por causa da indefinição da diretoria atleticana em relação à sua renovação de contrato, que termina no dia 31 de dezembro.

Leão também reclamou da falta de planejamento (planos de trabalho, pré-temporada etc.) para o ano que vem e de sondagens a outros treinadores e atletas sem seu aval. A despedida será o jogo contra o Palmeiras, no Parque Antarctica, neste domingo.

O treinador assumiu o time em julho, substituindo o técnico Zetti, e realizou campanha regular. Em 23 jogos, teve 8 vitórias, 6 empates e 9 derrotas, totalizando um aproveitamento de 43%. Entretanto, conseguiu afastar o fantasma do rebaixamento e está perto de classificar o time mineiro para a Copa Sul-Americana de 2008.

O diretor de futebol, Beto Arantes, afirmou que a diretoria conversou com Leão sobre a renovação de contrato e negou que o treinador não tenha sido informado sobre as sondagens de reforços para a próxima temporada.

Imagem: AE


Thiago Ricci

A dois dias de decisão, Goiás demite Márcio Araújo

A diretoria do Goiás demitiu o técnico Márcio Araújo nesta sexta-feira. A decisão, mesmo com a campanha pífia que o time vem realizando, foi inusitada por ser anunciada dois dias antes da partida decisiva contra o Internacional, no Serra Dourada, que define o futuro do time esmeraldino.

Márcio Araújo assumiu o time na 12ª colocação e, com um aproveitamento de 27% em 11 jogos (2 vitórias, 3 empates e 6 derrotas), deixa o clube próximo da Série B, no 18º lugar. No jogo de domingo, o preparador de goleiros, Cassius Hartmann, comandará a equipe na beira dos gramados.


Thiago Ricci

Vágner Mancini é o novo técnico do Grêmio

O Grêmio fechou nesta sexta-feira a contratação do técnico Vágner Mancini para a vaga de Mano Menezes. O anúncio será feito após a última rodada do Brasileirão, disputada neste domingo contra o Corinthians, no Olímpico.

Mancini foi ex-jogador do tricolor gaúcho, inclusive sendo campeão da Libertadores e vice mundial em 1995. Como técnico, o melhor trabalho foi no Paulista de Jundiaí, onde conquistou a Copa do Brasil em 2005. O treinador estava atuando nos Emirados Árabes.

Mano Menezes encerra um ciclo de dois anos e meio no comando da equipe gremista. Nesse período, realizou um grande trabalho, incluindo a conquista da Série B em 2005 (imortalizada pela Batalha dos Aflitos), chegou em terceiro lugar da Série A no ano seguinte e, neste ano, chegou à final da Libertadores, eliminando elencos mais caros como o do Santos e do São Paulo. Mano está cogitado para trabalhar em um time mediano do exterior ou no Flamengo.

Imagem: Globo


Thiago Ricci

Após lesão, Antônio Carlos anuncia aposentadoria

O zagueiro Antônio Carlos, 38, anunciou, nessa quinta, a aposentadoria dos gramados no jogo do Santos contra o Fluminense, domingo, na Vila Belmiro, pela última rodada do Brasileirão. A decisão já havia sido tomada há pelo menos um mês, mas o jogador preferiu resguardar o anúncio para não atrapalhar o elenco santista.

Antônio Carlos ainda não definiu seu futuro, mas existe a possibilidade de assumir um cargo administrativo no Corinthians. Segundo o zagueiro, o convite foi feito pelo atual presidente do Timão, Andrés Sanches, já faz cinco anos. O santista é padrinho do filho de Sanches.

Antônio Carlos ganhou importantes títulos ao longo da carreira, como quatro brasileiros (São Paulo, Santos e Palmeiras duas vezes), um campeonato italiano (com a Roma) e a Copa América com a Seleção. Estava atuando como titular da zaga santista no início do ano, quando, no dia 2 de maio, rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo em jogo contra o Caracas (VEN), pela Libertadores.

O zagueiro também teve uma mancha em sua carreira. Em 2006, jogando pelo Juventude, Antônio Carlos foi condenado por atitudes racistas contra o jogador Jeovânio, do Grêmio.

Imagem: Globo


Thiago Ricci

Joel pode ser substituído por Mano Menezes

O técnico do Flamengo, Joel Santana, deu pistas nessa quinta-feira que pode estar deixando o time carioca para trabalhar no Japão. Pelo grande trabalho realizado no clube (pegou o time no rebaixamento em julho e o levou até a classificação para a Libertadores), Joel recebeu homenagem dos torcedores.

Os flamenguistas levaram uma placa ao técnico e, com a faixa "Fica Joel", pediram a permanência do técnico. Em seu agradecimento, o treinador soltou "Arigatô, Flamengo". A palavra final será dada nesta sexta.

Mano Menezes, que acertou sua saída do Grêmio nesta semana, recebeu elogios do vice-presidente de futebol do Flamengo, Kléber Leite e afirmou para a UOL que "agradece a gentileza, mas definirá seu futuro a partir de segunda".

Imagem: Paulo Sérgio (AE)


Thiago Ricci

Riquelme retorna ao Boca mas fica fora do Mundial

O craque argentino Juan Roman Riquelme conseguiu voltar a integrar o elenco do Boca Juniors, acertou nessa quinta sua saída do time espanhol Villarreal, mas não conseguiu a liberação da Fifa para disputar o Mundial de Clubes.

Segundo o assessor de imprensa da Fifa, John Schumacher, o meia não foi inscrito dentro dos prazos regulares. Ainda conforme Schumacher, os jogadores devem estar contratados e devidamente registrados na federação, e que o nome de Riquelme deveria estar na lista preliminar que o clube argentino enviou à FIFA.

Na mesma coletiva (realizada em La Bombonera) que o assessor afirmou a ausência do meia argentina, o vice-presidente do Boca, Pedro Pompilio, deu esperanças ao torcedor do Boca. Pompilio falou que departamento jurídicos da FIFA ainda não se pronunciou.

Imagem: AP
Fonte: UOL


Thiago Ricci

Galo goleia, fica próximo da Sul-Americana e coloca rival perto da Série B

Completando os jogos adiados da 37ª rodada, o Atlético-MG goleou o Goiás por 4 a 1, nessa quarta-feira, em um Mineirão com 40 mil torcedores. Com a vitória, o alvinegro ficou próximo da Copa Sul-Americana 2008 e decide sua sorte contra o Palmeiras, no Parque Antarctica. Já os esmeraldinos ficaram em situação delicada: precisava vencer o embalado Internacional, no Serra Dourada, e torcer por um tropeço do Corinthians para se livrar da Série B.

O Galo, empurrado pela torcida, controlou o jogo desde o primeiro minuto. Mas somente chegou com perigo aos 24, quando abriu o placar. Éder Luis foi à linha de fundo e cruzou para Marinho cabecear - a bola tocou em Fábio Bahia antes de entrar no gol. Porém, não deu nem tempo para os atleticanos comemorarem. Quatro minutos depois, Paulo Baier cobrou falta próximo à área, a defesa do Atlético saiu tentando fazer linha de impedimento e Harison cabeceou sozinho para o fundo das redes.

O time goiano voltou para o segundo tempo com o intuito de segurar o empate e tentar um gol nos contra-ataques. O castigo para postura tão defensiva veio nos minutos finais. Aos 30, Feltri cobra escanteio e a bola sobra para Danilinho desempatar a partida. Quatro minutos depois, um belo gol. Danilinho consegue cruzar de voleio uma bola forte lançada pelo meio-campo e Marinho cabeceia firme para ampliar. Nos acréscimos, Éder Luis faz bela jogada individual no meio da zaga goiana e decreta a goleada.

Veja os gols da partida:



Imagem: Charles Duarte (AE)


Thiago Ricci

Vasco vence, segue na Sul-Americana e deixa Timão desesperado

O Vasco derrotou o Corinthians nessa quarta por 1 a 0, no Pacaembu, e, por causa do rival Fluminense estar garantido na Libertadores (venceu Copa do Brasil), ocupa a zona de classificação à Sul-Americana - uma vitória contra o também ameaçado Paraná garante os cruzmaltinos na competição. Os paulistas continuam com a ameaça do rebaixamento e precisam de uma vitória no difícil Olímpico contra o Grêmio, que ainda tem chances remotas de classificação à Libertadores.

O jogo começou tenso pela importância que tinha para os corintianos. Sem Finazzi, suspenso, o time de Nelsinho Baptista entrou agredindo o Vasco com um ataque veloz, formado por Arce, Dentinho e Lulinha. Tendo o domínio da partida, o Timão esbarra na falta de pontaria ou na boa atuação do goleiro Cássio. Com o time ofensivo, os paulistas davam espaços para o contra-ataque, mas o destaque Felipe aparecia com segurança, quando exigido.

O Corinthians seguiu pressionando na segunda etapa, mas não conseguia converter tal domínio em gols. Até que, aos 19, o Vasco abriu o placar. Guilherme passou com facilidade pelo lateral Amaral e cruzou para a área. Alan Kardec desviou de cabeça, a bola desviou no defensor Fábio Ferreira e estufou as redes de Felipe. O resultado decepcionou os quase 35 mil torcedores que foram ao Pacaembu vai à última rodada precisando de uma vitória (os rivais tem vantagem nos critérios de desempate) ou de tropeços de Goiás e Paraná.

Confira a reportagem do Terra sobre o jogo:




Foto: Folha Imagem


Thiago Ricci

quinta-feira, 29 de novembro de 2007

Figueirense derrota o Náutico e ainda almeja Sul-Americana

O Figueirense venceu o Náutico por 2 a 0 nessa quarta, no Orlando Scarpelli, e se manteve no páreo para garantir uma vaga na Sul-Americana 2008. Já o Náutico saiu do jogo com uma derrota, acabou com as chances de disputar o torneio continental, mas se garantiu na divisão de elite do Brasileirão no ano que vem (graças à derrota do Goiás).

A partida foi bastante movimentada, com os times procurando o gol a todo momento. Em menos de dez minutos, quatro oportunidades de gol tinham sido criadas pelas equipes. O primeiro tempo continuou em um ritmo acelerado, mas o placar terminou inalterado.

Na segunda etapa, o técnico pernambucano Roberto Fernandes substitui um volante, o Daniel Paulista, para colocar um meia, Marcelo Silva. Os times não conseguiram manter o ímpeto da primeira etapa e o jogo passou a ser disputado mais no meio-campo. Bastante truncada, a partida só teve o marcador aberto em uma falha do bom lateral Sidny. O alvi-rubro errou um drible na saída de bola, Jean Carlos cruzou e Ruy completou para o gol. Dez minutos depois, um golaço. Otacílio Neto conduziu a bola na entrada da área e acertou um belo chute no ângulo.

Na próxima rodada, o Náutico enfrenta o Flamengo no Aflitos, em um jogo que só vale o vice-campeonato para o time carioca. Já o Figueirense tenta consolidar sua vaga na Sul-Americana contra o Botafogo, que tem o mesmo objetivo, no Engenhão.

Assista aos gols:



Thiago Ricci

terça-feira, 27 de novembro de 2007

Seleção Campeonato Brasileiro 2007

O camisa 10 da Seleção do Brasileirão está definido! O palmeirense Valdívia, com metade dos votos, é o dono da camisa mais desejada no futebol. A votação voltou a ser bastante concorrida e o chileno, o cruzeirense Wagner e Thiago Neves (Fluminense) disputaram até o último momento quem formaria a dupla de meias ofensivos.

Valdívia (Palmeiras) - 50%
Thiago Neves (Fluminense) - 46%
Wagner (Cruzeiro) - 43%
Ibson (Flamengo) - 13%
Caio (Palmeiras) - 10%
Conca (Vasco) - 6%
Paulo Baier (Goiás) - 6%
Ferreira (Atlético-PR) - 3%


Os onze titulares serão definidos nos próximos cinco dias. Excepcionalmente, essa votação contará com nove nomes, graças ao atacante Josiel, que ganhou o lugar na lista por ser o artilheiro do campeonato. Dono do melhor ataque do campeonato, o Cruzeiro, conta com dois representantes. Nunca é demais lembrar que você deverá votar em dois jogadores.

Os pré-definidos são: Acosta (Náutico), Aloísio (São Paulo), Dodô (Botafogo), Edmundo (Palmeiras), Guilherme (Cruzeiro), Josiel (Paraná), Kléber Pereira (Santos), Leandro Amaral (Vasco) e Roni (Cruzeiro).

Participe!


Equipe Acréscimos

Mineirão está entre os piores estádios do Brasil

Após três meses de pesquisa e análise, o Sindicato Nacional de Arquitetura e Engenharia Consultiva (Sinaenco) divulgou um relatório, no qual faz referências à situação dos estádios brasileiros.

O Mineirão foi considerado o segundo pior estádio nacional, e está entre os favoritos para receber jogos da Copa do Mundo de 2014. Segundo a Sinaenco, o Gigante da Pampulha está com a estrutura mal preservada, a visibilidade prejudicada por causa da posição dos placares e possui grades pontudas nas arquibancadas.

Não é só o estádio mineiro que tem a visibilidade ruim, o Morumbi (SP), Durval de Britto (PR) e o reformado Maracanã (RJ) também estão listados. Outra questão a ser tratada em alguns estádios são a melhoria da área de circlulação do público, instalação para imprensa e adapdação para acesso de deficientes físicos (principalmente nos banheiros).

Para o sindicato, os estádios brasileiros não cumprem as normas da Fifa, portanto, nenhum está habilitado a receber jogos de Copa do Mundo. Quanto às reformas, elas não podem ser feitas apenas pensando em 2014, e sim cuidando da segurança de todos que estão dentro da arena.

Foram analisados 29 estádios em 17 capitais brasileiras. Desses, 80% dos estádios precisam de reformas estruturais, 30% possuem arquitetura que pode causar acidentes fatais (como grades pontudas), 82% não têm acesso adequado aos torcedores, 90% não são adaptados às necessidades de deficientes físicos, 95% das cabines de transmissão precisam de reformas, 85% não possui vestiários adequados, 95% têm banheiros em péssimo estado.

A Sinaenco lançou também um ranking com os cinco melhores estádios do Brasil: Maracanã e Engenhão (RJ), Morumbi (SP), Arena da Baixada (PR) e Mangueirão (PA).

Imagem : Mavalem


Pedro Rotterdan

Dunga divulga lista de convocados para a seleção olímpica

É possível dizer que começou a reta final para o Brasil conquistar o título olímpico e assim completar sua única lacuna na prateleira de troféus. Caminhada que começou no Campeonato Sul-Americano Sub-20, onde a Conmebol anunciou no meio da competição que os dois primeiros do torneio classificariam para Pequim-2008.

Na noite dessa segunda-feira, o técnico Dunga (que comandará o time olimpíco) anunciou a lista dos 22 jogadores convocados para a seleção olímpica que, no dia 9 de dezembro, disputa um jogo contra um time formado pelos destaques do Campeonato Brasileiro. A partida será realizada no estádio João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro.

Os jovens se apresentam dia 4 de dezembro e somente o atacante Alexandro Pato, do Milan, joga no futebol europeu. Dunga comentou que esses atletas estão em vantagem em relação aos outros jogadores para o projeto olímpico. Porém, vários nomes esperados, que já atuaram na seleção principal, foram ignorados: Cássio (ex-Grêmio, hoje no PSV), os zagueiros Gladstone (Sporting) e o lesionado Alex Silva (São Paulo), os laterais Marcelo (Real Madrid) e Adriano (Sevilla), o volante Lucas (Liverpool), os meias Diego (Werder Bremen) e Anderson (Manchester United) e o atacante Rafael Sóbis (Betis).

A lista foi divulgada pelo site da CBF, que cometeu duas gafes. Alexandro Pato está como jogador do Internacional, clube que deixou na metado do ano, e o atleticano Leandro Almeida aparece como jogador do Coritiba.

Goleiros
Renan (Internacional)
Felipe (Santos)

Laterais
Apodi (Vitória)
Nei (Atlético-PR)
Leonardo (Portuguesa)
Valmir (Palmeiras)

Zagueiros
Breno (São Paulo)
Rhodolfo (Atlético-PR)
Leandro Almeida (Atlético-MG)
Leonardo (Grêmio)

Meio-campistas
Toró (Flamengo)
Charles (Cruzeiro)
Ramires (Cruzeiro)
Maycon (Internacional)
Thiago Neves (Fluminense)
Pedro Ken (Coritiba)
Diego Souza (Grêmio)
Wagner (Cruzeiro)

Atacantes
Alexandre Pato (Milan-ITA)
Keirrison (Coritiba)
Pedro Oldoni (Atlético-PR)
Diogo (Portuguesa)


Thiago Ricci

segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Oito brasileiros entre os 50 jovens jogadores mais promissores

Não é uma notícia muito recente, mas a mídia deu pouco espaço a ela. A revista inglesa World Soccer divulgou na edição de novembro os 50 jovens jogadores de futebol mais promissores do mundo. Essa revista é a mesma que premia anualmente o melhor jogador do ano e, juntamente com o prêmio da FIFA e da Bola de Ouro da revista France Football, é o mais importante do mundo.

O Cruzeiro foi o time brasileiro que mais teve representantes, com Kerlon e Guilherme. Os outros brasileiros na lista são: Alexandre Pato, Anderson, Breno, Fábio, Lulinha e Renato Augusto. Abaixo, reproduzo os 50 indicados em ordem alfabética:

Aaron Niguez, Valência (Espanha)
Abdou Traore, Rosenborg (Burkina Faso)
Alexandre Pato, AC Milan (Brasil)
Alexis Sanchez, River Plate (Chile)
Anderson, Man. Utd. (Brasil)
Andrea Russotto, Treviso (Itália)
Angel Di María, Benfica (Argentina)
Bojan Krkic, Barcelona (Espanha)
Breno, São Paulo (Brasil)
Carlos Vela, Arsenal (México)
Cristian Nazarith, America Cali (Colômbia)
Damian Ismodes, Sporting Cristal (Peru)
Daniel Opare, Ashanti (Gana)
Diego Buonanotte, River Plate (Argentina)
Dumitru Copil, Hearts (Roménia)
Ever Banega, Boca Juniors (Argentina)
Fábio Coentrão, Benfica (Portugal)
Fábio, Fluminense (Brasil)
Fran Merida, Arsenal (Espanha)
Franco di Santo, Audax (Argentina)
Gareth Bale, Tottenham (Inglaterra)
Gerardo Bruna, Liverpool (Argentina)
Giovani dos Santos, Barcelona (México)
Gregory van der Wiel, Ajax (Holanda)
Guilherme, Cruzeiro (Brasil)
Henri Saivet, Bordéus (França)
Ibrahim Rabiu, Sporting (Nigéria)
Ismail Aissati, PSV (Holanda)
Ivan Rakitic, Schalke (Croácia)
Juan Manuel Mata, Valência (Espanha)
Karim Benzema, Lyon (França)
Kerlon, Cruzeiro (Brasil)
Kermit Erasmus, Sundown Utd. (África do Sul)
Lorenzo de Silvestri, Lazio (Itália)
Lulinha, Corinthians (Brasil)
Macauley Chrisantus, Abuja (Nigéria)
Marek Suchy, Slavia Praga (Rep. Checa)
Marouane Fellaini, Standard Liège (Bélgica)
Mesut Ozil, Schalke (Alemanha)
Micah Richards, Manchester City (Inglaterra)
Nikolay Mihaylov, Liverpool (Bulgária)
Nour Hadhria, Club Africain (Tunísia)
Ransford Osei, Kesseben (Gana)
Renato Agusto, Flamengo (Brasil)
Sadick Adams, Ashanti (Gana)
Sapol Mani, Maranatha (Togo)
Sergio Aguero, Atl. Madrid (Argentina)
Sergio Tejera, Chelsea (Espanha)
Theo Walcott, Arsenal (Inglaterra)
Toni Kroos, Bayern Munique (Alemanha)


Thiago Ricci

domingo, 25 de novembro de 2007

Festa na Fonte Nova acaba em tragédia

Era um cenário perfeito para muito festa. O campeão brasileiro de 88 garantia sua volta à Série B após empatar sem gols com o Vila Nova (GO). Mais de 60 mil torcedores faziam um verdadeiro espetáculo nas arquibancadas. Porém, o desleixo de alguns dirigente e políticos transformaram a comemoração na maior tragédia em estádios brasileiros nos últimos anos.


Depois do término da partida e a confirmação na Série B em 2008, o gramado foi invadido pelos torcedores. A polícia militar tentou impedir, mas o número de oficiais e invasores era desigual. Vários jogadores comemoravam com a torcida e eram assediados, alguns ficaram somente de cueca. Trios elétricos, o cantor Ricardo Chaves e as bandas Capitão Axé e Olodum estavam preparados para emendar a festar por toda a noite.

Mas, em meio à festa, parte das arquibancadas do anel superior do estádio cedeu, fazendo com que pelo menos dez torcedores caíssem de uma altura equivalente a de um prédio de cinco andares. Eles desabaram por um buraco formado no piso de concreto, em uma rua ao lado da Fonte Nova, próximo ao colégio estadual que funciona no estádio. A foto acima foi tirada da arquibancada e mostra, pela fissura do piso, uma ambulância e várias pessoas.

Informações imediatas ao acidentes afirmavam que oito pessoas haviam morrido, mas até as 23h30 (horário de Brasília), apenas sete tinham sido confirmadas. Seis deles, três homens e três mulheres, morreram na hora do impacto: Jadson Celestino, Djalma Lima, Anísio Marques Neto, Midiam Andrade Santos, Márcia Santos Cruz, Milena Vasques Palmeira. Os sobreviventes foram levados ao Hospital Geral do Estado, onde mais um falecimento foi confirmado: Patrícia Vasques Palmeira, irmã de Milena, não resistiu aos ferimentos.

Além das pessoas que caíram da arquibancada, pelo menos outras 15 de envolveram no acidente. Seis permanecem internadas em estado grave. Os organizadores suspenderam os desfiles e apresentações planejadas.




Imagens: Welton Araújo (AE)


Thiago Ricci

Sport vence e deixa Cruzeiro em situação delicada

A classificação para a Libertadores que parecia fácil após a derrota do Palmeiras, ficou extremamente complicada. Com a derrota por 1 a 0 para o Sport, na Ilha do Retiro, o Cruzeiro não depende mais dos próprios resultados para terminar no G-4 e ainda completou o quinto jogo sem vencer como visitante - quatro derrotas e um empate. O time mineiro precisa vencer o rebaixado América-RN na última rodada, no Mineirão, e torcer por seu maior rival, o Galo, tirar pontos do Palmeiras.

O Sport, que contou com o apoio de 31.119 torcedores, dorme na zona de classificação à Copa Sul-Americana, o que representaria uma grande conquista para a equipe, que acabou de voltar para a Série A neste ano. O rubro-negro enfrenta o também rebaixado Juventude, no Alfredo Jaconi, no último compromisso do campeonato.

A partida começou bastante nervosa e com muitas faltas - em 16 minutos, quatro cartões amarelos já tinham sido distribuídos. O Cruzeiro, que começou o jogo de forma defensiva, teve uma importante baixa aos 23 minutos. Após se chocar com Carlinhos Bala, o lateral-direito Jonathan teve que ser substituído por Wagner e, com isso, o camisa 10 Maicossuel teve que jogar improvisado na posição.

O primeiro tempo terminou com um leve domínio pernambucano, que teve um gol bem anulado e obrigou o goleiro Fábio a fazer difíceis defesas. Tentando mudar o cenário da partida, Dorival voltou para a segunda etapa com Alecsandro no lugar de Guilherme. Porém, quem abriu o placar foi o Sport. Após receber lançamento do campo de defesa, Carlinhos Bala cruzou e Adriano Gabiru acertou um belo chute de bate-pronto. Aos 38, Cruzeiro teve boa chance para empatar em uma falta de dois lances na grande área do rubro-negro, mas Leandro Domingues chutou por cima do travessão.

Imagem: Aldo Carneiro (AE)


Thiago Ricci

Flamengo derrota Atlético-PR e assegura vaga na Libertadores 2008

Mais de 87 mil pessoas presenciaram o que parecia impossível em grande parte do campeonato: Flamengo entre os quatro melhores e confirmado na Copa Libertadores de 2008. O time mais popular do Brasil ficou bom tempo na Z-R e deu uma arrancada impressionante na segunda metade do campeonato, com destaque para o trabalho do técnico Joel Santana. Que substituiu justamente o técnico do Atlético-PR, o Ney Franco, que também fez excepcional trabalho no time paranaense - quando assumiu, a equipe ocupava a Z-R.

Impulsionados pela fanática torcida, os flamenguistas tiveram três chances de abrir o placar nos sete minutos iniciais. Após o ímpeto inicial, o Furacão conseguiu equilibrar as ações do jogo e passou a dificultar a vida dos cariocas.

Como no começo da partida, o Flamengo voltou com força total no início da segunda etapa. Porém, dessa vez, conseguiu transformar tal pressão em vantagem no placar. Logo aos quatro minutos, Renato Augusto trocou passes com Souza e finalizou firme para delírio dos torcedores. Doze minutos depois, o próprio Renato Augusto fez boa jogada e tocou para Juan, em situação irregular, ampliar. Ney Franco realizou as três modificações possíveis, mas nada adiantou.

A classificação foi bastante celebrada pelos jogadores, torcedores e comissãoe técnica, com direito até a entrega de taça simbólica. O Fla cumpre tabela contra o Náutico, em Pernambuco, enquanto o Furacão pega o São Paulo, na Arena da Baixada, a fim de sacramentar sua vaga à Sul-Americana.

Imagem: Rafael Andrade (Folha Imagem)


Thiago Ricci

Kléber Pereira confirma o Santos na Libertadores 2008 e salva rival

O Santos venceu o Paraná por 3 a 2 em jogo emocionante na Vila Capanema, voltou a vencer após dois tropeços e assegurou a vaga na Copa Libertadores 2008. O atacante Kléber Pereira foi o grande destaque com três gols que, além de assegurar a vitória santista, ajudou o rival Corinthians - com a vitória paranista, o time ficaria na Z-R até quarta-feira, quando enfrenta o Vasco. Já o tricolor paranaense se complicou ainda mais com a derrota e pode ser rebaixado ainda nesta rodada caso o Goiás e o Timão vençam seus jogos.

Empurrados com quase 16 mil torcedores, o Paraná começou o jogo a todo vapor. Pressionando bastante o rival, os tricolores abriram o placar aos 30. Jumar cobrou falta na esquerda direto para o gol e contou um desvio no trajeto da bola e com falha de Fábio Costa para fazer o gol.

Vendo seu time ser derrotado, Vanderlei Luxemburgo fez duas alterações para a segunda etapa, Renatinho na vaga de Vítor Júnior (ainda no primeiro tempo) e Petkovic no lugar de Carlinhos. Mas quem marcou foram os donos da casa. Aos 25, Paulo Rodrigues cobrou falta para ampliar o placar. Porém, Kléber Pereira decidiu fazer a diferença e definir o jogo em apenas dez minutos. Primeiro, aproveitou cruzamento de Petkovic e cabeceou pro fundo das redes. Depois, recebeu longo lançamento, tirou o goleiro com a cabeça e completou. E para completar a virada, usufruiu de cruzamento, dessa vez de Renatinho.

O time praiano cumpre tabela na última rodada contra o Fluminense na Vila Belmiro. Já o desesperado Paraná, pega o Vasco em São Januário.

Imagem: UOL


Thiago Ricci

Em jogo da taça, Botafogo quase azeda festa são-paulina

Mais de 30 mil torcedores foram ao Morumbi assistir ao jogo e principalmente à entrega da taça de Campeão Brasileiro 2007. O palco já estava armado e a entrada do time paulista contou com trilha sonora especial - "We are the champions", da banda inglesa Queen. Tudo isso para fazer uma bela despedida da torcida, já que o último jogo será em Curitiba, contra o Atlético-PR. Porém, não avisaram para o Botafogo fazer a sua parte.

Tal clima parece ter influenciados negativamente os pentacampeões brasileiros, enquanto os botafoguenses encararam como motivação. Aos 10, Lúcio Flávio aproveitou cruzamento e chutou prensado, abrindo o placar para os visitantes. Oito minutos depois, o zagueiro Juninho cobrou falta da intermediária e, contando com desvio na barreira, ampliou a vantagem carioca.

Aos poucos, os tricolores foram equilibrando a partida e conseguiram ameaçar o gol de Roger, mas nada com muito perigo. Para a segunda etapa, Muricy Ramalho mexeu duas vezes, Borges no lugar de Dagoberto e tirou Júnior para colocar Souza.

Impulsionados pelas alterações e pela bronca nos vestiários, os paulistas empataram logo aos 10 minutos. Aloísio aproveitou cruzamento de Jorge Wagner e cabeceou firme para diminuir o marcador. Mas só aos 39 que os são-paulinos chegaram ao empate. Jorge Wagner cobrou outro escanteio com perfeição e Richarlyson só teve o trabalho de desviar para as redes.

O Botafogo, que já tem sua vaga na Sul-Americana praticamente assegurada, pega o Figueirense, no Engenhão, na última rodada do Brasileirão 2007.

Imagem: UOL


Thiago Ricci

Inter vence e pode tirar o Palmeiras da Libertadores de 2008

Jogando em Rio Grande do Sul, o Palmeiras foi derrotado pelo Internacional por 2 a 1. Com o resultado, o verdão pode terminar a rodada fora do G-4, caso o Cruzeiro ganhe um ponto contra o Sport. Já o Inter se despede de seu torcedor, após a vitória, com 54 pontos ajudando seu maior rival, o Grêmio e o Cruzeiro que lutam por uma vaga na Libertadores.

No começo da partida, o Inter foi ao ataque motivado pela torcida, mas sem criatividade não conseguiu finalizar. Enquanto o Palmeiras, que tentou em contra-ataques, não conseguiu chegar, o atacante Edmundo ficou muito recuado, assim Rodrigão ficou sozinho no ataque.

O Palmeiras teve a primeira chace aos 6 minutos. Caio em cobrança de falta mandou para área e Martinez de cabeça quase marcou. Aos 18 minutos veio a resposta. Gil entrou na área e chutou forte, mas Diego defendeu no canto direito.

Aos 25 minutos, Makelele livre invadiu a área, tentou dibrar o goleiro Clémer, que salvou. No contra-ataque, o meia Iarley quase abre o placar. Aos 36 minutos, Makelele marcou em posição regular, mas o árbitro anulou. Quatro minutos mais tarde, após bobeada da defesa do Palmeiras, a bola sobrou para Fernandão que abriu o placar.

No segundo tempo, ao contrário do primeiro, o inter voltou recuado saindo em velocidade, equanto o Palmeiras voltou determinado para vencer a partida. Mas, o jogo ficou preso ao meio. O palmeiras com posse de bola não conseguiu passar da forte marcação do Inter.

E em uma das rápidas saídas o Inter ampliou, Fernadão de primeira fez um belo gol aos 35 minutos. No final da partida, Rodrigão de bicicleta marcou um golasso.

Na próxima rodada, o Inter encerra contra o Goiás fora de casa. Já o Palmeiras enfrentará o Atlético Mineiro em casa precisando da vitória.

imagem: UOL


Christiano Soares

Grêmio goleia América-RN e continua na briga pela Libertadores

O Grêmio goleou o já rebaixado há sete rodadas América por 3 a 0, no Machadão, e manteve as chances de classificação à Libertadores. Mesmo com a vitória, o time gaúcho ainda torce para tropeços de Santos, Flamengo, Palmeiras e Cruzeiro. Se o time do litoral paulista empatar, e o rubro-negro carioca e o alviverde paulista ganharem, os sulistas dão adeus à copa continental de 2008.

Jogando em um Machadão sem torcedores (o América-RN foi punido pelo STJD), o time potiguar poupou seus titulares para a Copa Rio Grande do Norte, escalando diversos reservas. Com o Grêmio precisando desesperadamente da vitória, o gol não demorou a sair. Aos 21, Marylson deu uma ótima assistência para William Magrão chutar com firmeza de perna esquerda.

O tricolor gaúcho continuou pressionando bastante e teve no mínimo duas chances para ampliar o placar. Mas somente no segundo tempo que conseguiu marcar. De novo aos 21, Diego Souza invadiu a área pela esquerda e chutou, a zaga não conseguiu afastar e, depois de um bate-rebate na grande área, Marcel completou. Seis minutos depois, Diego Souza deu números finais à partida. O colombiano Bustos cobrou escanteio pela esquerda e o atacante matou a no peito e fuzilou o gol americano.

Na próxima rodada, o Grêmio enfrenta o Corinthians no Olímpico, enquanto o América-RN pega o Cruzeiro no Mineirão.

Confira os gols:



Thiago Ricci

Fluminense manda Juventude para série B

Jogando em casa, sem compromisso e classificado para a Libertadores o Fluminense bateu o Juventude por 3 a 2 e mandou o time gaúcho para a série B. Destaque da partida foi o meia Arouca que marcou dois gols.

O jogo começou com o Juventude em cima, já que precisava do resultado positivo. Logo aos 3 minutos, Lauro abriu o placar, mas o gol foi anulado. O time gaúcho cointinuou pressionando e aos 16 minutos Tiago Cavalcanti abriu o placar em cobraça de pênalti.

O Fluminense equilibrou a partida mas não conseguia criar chances claras de gol. Aos 35 minutos, Arouca arrancou e chutou forte no canto empatando a partida.

No segundo tempo, o Fluminense voltou determinado a vencer e foi ao ataque. Os primeiros 15 minutos foram, só deu o time das laranjeiras, mas chances claras, nenhuma. Aos 27 minutos em uma nova arrancada, Arouca vira a partida também em um chute de fora da área.

Aos 35 minutos o Juventude mostrou que ainda lutava para não cair. Romano chutou de longe e o goleiro Fernando Henrique aceitou. Aos 42 minutos, Thaigo Neves cruzou na área e Cícero mandou para o fundo das redes decretando o rebaixamento do time gaúcho.

Com o resultado, o Fluminense chegou aos 58 pontos e irá encerrar sua participação no Brasileiro diante o Santos fora de casa. Já o rebaixado Juventude volta para a série B, permanecendo com 38 pontos e encerrará contra o Sport em casa.

Imagem: UOL


Christiano Soares

Coxa conquista título nos acréscimos

Em um jogo emocionante, o Coritiba conquistou o título brasileiro da série B depois de vencer o rebaixado Santa Cruz por 3 a 2 - de virada.

Aos 32 minutos do primeiro tempo , o Coxa abriu o placar com Henrique, que subiu sozinho. A partir daí, o título era do Coritiba. No início do segundo tempo, o Ipatinga vira e passava a depender do tropeço do líder. Logo aos 14 minutos, Nildo empata a partida colocando naquele momento a taça na mão dos ipatingenses.

Enquanto o jogo seguia equilibrado, o Ipatinga ampliava o placar de forma notável. E a felicidade dos mineiros aumentou ainda mais quando, aos 36 minutos, Nildo vira para o Santa Cruz após dividida com o goleiro. depois do gol o Coritiba ficou com um homem a menos, Jeci foi expulso.

Quando o jogo do Ipatinga havia terminado, 5 a 2, o jogo do Coritiba estava aos 40 minutos. Parecia impossível uma virada com um jogador a menos. Aos 41 minutos, Nildo e Túlio foram expulsos.

Pra quem não acreditava mais no título do Coxa, se enganou. Aos 42 minutos, Keirrisson empatou. E nos acréscimos, aos 47 minutos, Henrique fez o gol que deu a taça ao Coxa.


Imagem: Uol


Christiano Soares

sexta-feira, 23 de novembro de 2007

Seguindo a fase negra do basquete, torcida do Franca realiza protesto

A torcida de um dos principais e mais tradicionais times do Brasil, o Unimed/Franca BC, realizou protesto pacífico contra a diretoria da Confederação Brasileira de Basketball (CBB), que excluiu a equipe das disputas da Liga Sul-americana e Liga das Américas, mesmo esta tendo conquistado o direito pelo vice-campeonato Nacional na temporada passada. A entidade alegou que os francanos perderam o privilégio ao não se inscrever no Campeonato Nacional 2008.

Além de apresentar faixas com dizeres como "o time de Franca está em luto", os torcedores vestiram roupas pretas e narizes de palhaços no jogo desta quinta-feira, no ginásio Municipal Pedro Murilla Fuentes (Pedrocão), em Franca (SP), entre o time da cidade e o A.D. Guarujá. Válido pelo Campeonato Paulista Masculino da Série A-1, Franca venceu por 95 a 74.

O ato começou na semana passada, no jogo entre Franca e Lupo/Araraquara e os fãs do time, que disseram que a cidade vive intensamente o basquete, prometem continuar com as manifestações pacíficas.

Este é mais um episódio do momento ruim que atravessa o basquete masculino nacional. O esporte, que já foi considerado o segundo na preferência dos brasileiros, não é representado na Olimpíadas desde 1996. Neste ano, o país contou com conflitos tanto no Campeonato Nacional quanto no Pré-Olímpico disputado em Las Vegas, EUA (mais detalhes aqui).

Imagem: Franca Basquetebol Clube


Thiago Ricci

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Seleção Campeonato Brasileiro 2007

Os camisas 5 e 7 da Seleção do Campeonato Brasileiro 2007 estão definidos. Na votação mais tranquila até agora, o palmeirense Makelele e o são-paulino Hernanes garantiram seus lugares no meio-campo com facilidade. O primeiro teve 54% e o campeão brasileiro ficou com 70% da preferência. O jogador que mais se aproximou da dupla foi Richarlyson, do São Paulo, com somente 20% dos votos.

Hernanes (São Paulo) - 70%
Makelele (Palmeiras) - 54%
Richarlyson (São Paulo) - 20%
Túlio (Botafogo) - 16%
Pierre (Palmeiras) - 12%
Eduardo Costa (Grêmio) - 8%
Arouca (Fluminense) - 4%
Rodrigo Souto (Santos) - 4%


Nos próximos cinco dias, saberemos os meias de ligação que formarão o meio-campo com Makelele e Hernanes. O jogador que receber mais votos ficará com a desejada camisa 10 da Seleção. E atenção! Você deverá votar em dois nomes. Os pré-escolhidos são: Caio (Palmeiras), Conca (Vasco), Ferreira (Atlético-PR), Ibson (Flamengo), Paulo Baier (Goiás), Thiago Neves (Fluminense), Valdívia (Palmeiras) e Wagner (Cruzeiro).

Participe!


Equipe Acréscimos

Equador goleia, marca os primeiros pontos e sai da lanterna

O Equador goleou o Peru por 5 a 1 nessa quarta, em Quito, ultrapassou o rival na classificação e deixou a lanterna - ocupada agora pela Bolívia. Além de subir na tabela, a seleção equatoriana marcou os primeiros pontos na competição e se redimiu em parte pelas duas goleadas sofridas (5 a 0 para o Brasil, e 5 a 1 contra o Paraguai), que renderam a demissão do técnico Luis Fernando Suárez.

O interino Sixto Vizuete dirigiu a equipe no jogo e, com o resultado, vê a possibilidade de continuar no cargo. O Equador pressionou o adversário desde o primeiro minuto. Com uma forte marcação sob pressão e velocidade no ataque, o time da casa abriu o placar logo aos nove minutos em falta cobrada por Ayoví. Aos 23, Kaviedes ampliou tocando na saída do goleiro Penny.

Aos 43, Méndez aproveitou chute de Benítez e marcou mais um para o Equador. Na volta para a segunda etapa, outro gol rápido dos equatorianos. Aproveitando falha da zaga peruana, Ayoví ampliou com chute de fora da área aos três minutos - o meia ainda contou com ajuda de Penny. O goleiro não estava em uma boa noite e e, treze minutos depois, levou mais um gol de Méndez, dessa vez por cobertura. Aos 41, o Peru ainda diminui com Mendoza.

As equipes só voltam a atuar pelas eliminatórias em junho de 2008. Em Buenos Aires, o Equador enfrenta a vice-líder e com 100% de aproveitamento em seus domínios, Argentina, enquanto o Peru tenta a primeira vitória contra a Colômbia, dentro casa.

Imagem: UOL



Thiago Ricci

Paraguai surpreende Chile em Santiago e assume liderança das eliminatórias


O Paraguai goleou o Chile por 3 a 0, nesta quarta-feira, em pleno estádio Nacional, em Santiago, capital chilena. Com o trunfo, os paraguaios assumiram a liderança das eliminatórias, com 10 pontos e empurrou o Brasil para o terceiro lugar. Já os chilenos, que perderam a segunda em quatro partidas, estão na sétima colocação.

Na empolgação da torcida, os donos da casa começaram melhor a partida, mas esbarravam no goleiro paraguaio Villar. Seguindo a risca do velho ditado do futebol de “quem não faz leva”, o Paraguai abriu o placar aos 24 minutos da etapa inicial. Após falha da defesa chilena, a bola sobrou para o atacante Cabañas, que teve apenas o trabalho de tocar na saída do arqueiro Bravo. No final do primeiro tempo, os visitantes chegaram ao segundo gol. O autor do tento foi o zagueiro Da Silva, de cabeça, aproveitando cobrança de escanteio.

Na etapa final, todos esperavam que o Chile exercesse uma forte pressão nos paraguaios. Entretanto, os atuais líderes das eliminatórias chegaram ao terceiro gol aos 13 minutos. Em lance parecido com o segundo feito, Da Silva marcou novamente de cabeça. Para tentar diminuir o placar, a seleção chilena partia de forma desordenada para o ataque. Em contrapartida, o Paraguai apenas tocava a bola, esboçando alguns contra-ataques. O placar poderia ser mais elástico, mas a arbitragem anulou erradamente o quarto gol dos visitantes.

As duas equipes voltam a campo apenas em 2008. O Paraguai, recebe o Brasil, em Assunção, já o Chile tenta se recuperar contra a Bolívia, em La Paz.



imagem: uol



Luciano Dias

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Surpresa, Luís Fabiano salva Dunga e seleção

Com dois gols do ex-são paulino Luís Fabiano, o Brasil derrotou o Uruguai, de virada, por 2 a 1 nesta quarta, no Morumbi. O atacante foi convocado às pressas para substituir o lesionado Afonso e era reserva de Vágner Love até momentos antes do jogo.

Com o resultado, a seleção pentacampeã do mundo subiu para a segunda colocação (pode ser ultrapassado pelo Paraguai, que vencia o Chile por 2 a 0 até o fechamento deste texto) e acabou com um pequeno tabu de oito anos sem vencer os rivais. Já os uruguaios ficaram fora da zona de classificação à Copa, em sexto lugar (pode ser superado pelo Chile).

A partida contou com duas novidades: a estréia do uniforme brasileiro em homenagem à seleção de 58 e a entrada de Luís Fabiano no lugar do contestado Vágner Love. O time de Dunga entrou pressionado em campo. Sob ameaça de vaias, a seleção poderia cair para a sétima colocação caso perdesse o duelo e o Chile vencesse seu jogo.

O Uruguai começou melhor que o time da casa, que se mostrava confuso e sem criatividade dentro de campo. Aos 7, Pereira chutou forte e Júlio César fez uma grande defesa. Um minuto depois, o mesmo Pereira cruzou, o goleiro brasileiro não conseguiu cortar e Abeu cabeceou para abrir o placar. O gol desestabilizou o Brasil e os uruguaios comandaram praticamente todo o primeiro tempo. O goleiro da Internazionale teve que intervir com sucesso três vezes para impedir o segundo gol cisplatino.

Quando parecia que a derrota parcial por um gol seria um bom resultado para o Brasil, a estrela de Luís Fabiano apareceu. Após passe de Maicon, o atacante do Sevilla chutou sem ângulo e contou com a falha de Carini para empatar no último minuto do primeiro tempo.

Na segunda etapa, o Uruguai continuava melhor e, com grande posse de bola e passes envolventes, chegava ao gol brasileiro com certa freqüência. Já o Brasil se dividia em dois times: os zagueiros, laterais e volantes só se limitavam em defender, enquanto o Robinho, Ronaldinho, Kaká e Luís Fabiano tentavam resolver individualmente a partida.

Aos 15, debaixo de vaias, Ronaldinho deu lugar a Josué. Assim, a seleção passou a jogar com três volantes e o Kaká ficou com a função de criar as jogadas. Quatro minutos depois, muito mais pelo faro de artilheiro do que pela mudança tática, Luís Fabiano aproveitou chute errado do Gilberto pro meio da área e virou a partida.

Aos 21, Júlio César fez uma senhora defesa em cabeçada perigosa de Abreu. Apagado em campo, Robinho saiu para a entrada de Vágner Love. Do gol até o final do jogo, o cenário foi o mesmo. O Brasil fazia de tudo para manter o resultado e o Uruguai buscava o empate a todo custo. E os cisplatinos tiveram no mínimo três chances para alcançá-lo, mas esbarraram na grande atuação do goleiro brasileiro ou no último passe.

A seleção brasileira só volta a disputar as Eliminatórias em junho de 2008, quando enfrenta o provável líder Paraguai, fora de casa, e a Argentina, no Mineirão. Antes, um amistoso contra a Irlanda, no dia 6 de fevereiro, em Dublin, está confirmado. O Uruguai também volta nas eliminatórias só em junho, quando joga contra a Venezuela, em casa, e o Peru, fora.

Imagem: Flávio Florido (UOL)


Thiago Ricci

Lordes fora da Euro-08

A equipe da Inglaterra está fora da Euro Copa 2008. A seleção inglesa, que não teve uma campanha regular durante as eliminatórias para o torneio continental, entrou em campo precisando de um empate, mas acabou sendo derrotada pela Croácia que já estava classificada.

O time inglês recebeu os croatas no estádio Wembley, e aos quinze minutos de jogo já perdia por 2x0. Os donos da casa precisavem apenas de um empate, por isso o treinador entrou com apenas Crouch no ataque. O primeiro gol da Croácia saiu dos pés de Kranjcar que chutou e o goleiro Carson deixou passar. No segundo gol o brasileiro naturalizado croata, Eduardo da Silva, deixou Olic livre para marcar o segundo.

No segundo tempo, com muita raça, Beckham impulsionou o time para o empate. Defoe, que entrou no segundo tempo, sofreu um pênalti e Lampard converteu. Aos vinte minutos, Beckham fez um belo cruzamento para Crouch empatar. Mas no final da partida Petric marcou o terceiro gol dos croatas e eliminou a Inglaterra.

A outra vaga ficou para a Rússia, que venceu a lanterna Andorra por 1x0.

Imagem: Globo


Pedro Rotterdan

Após estrear mal no Mundial, seleção masculina de vôlei se recupera na competição

Não resta dúvidas que a seleção masculina de vôlei é a grande favorita para conquistar a Copa do Mundo, que está sendo disputada no Japão. A equipe conta com grandes jogadores, como Giba, André Nascimento e Gustavo, e ainda pode deixar de fora o melhor levantador dos últimos tempos, o experiente Ricardinho.

Mas neste mundial, o time brasileiro não começou bem. Logo na estréia, a seleção brasileira foi surpreendida pelos EUA. Em um jogo atípico, o Brasil perdeu por 3 sets a 0 (28/26, 30/28 e 25/20), na cidade de Matsumoto. Uma derrota que serviu de lição para os melhores jogadores do mundo, e que deu motivação para o restante da competição.

Na partida seguinte, contra a Espanha, nossa seleção entrou com outra postura em quadra. O time brasileiro venceu os atuais campeões europeus por 3 sets a 0 (30/25, 25/17 e 25/16). Em um dia inspirado, André Nascimento foi o destaque da seleção. O oposto teve 18 acertos ao longo da partida, sendo 14 de ataque e quatro de saque.

Na partida de encerramento da primeira fase, contra o Egito, a seleção verde-amarela também não teve muitas dificuldades. O time comandado por Bernadinho, venceu os atuais campeões africanos por 3 sets a 0 (25/21, 25/19 e 25/22). O técnico brasileiro aproveitou a fragilidade do adversário para fazer algumas experiências na equipe, como a entrada do meio-de-rede André Heller, no lugar de Rodrigão, titular nas duas primeiras partidas. Com o resultado, o Brasil terminou a primeira etapa da competição em terceiro lugar.

No Mundial, as 12 equipes se enfrentam entre si e o primeiro critério de desempate é o ponto average (divisão dos pontos marcados pelos sofridos). O próximo desafio brasileiro será contra a surpresa da competição, a seleção de Porto Rico. A partida marca o início da segunda fase, que será disputada em Matsumoto.

Rússia e Bulgária, únicos invictos na Copa do Mundo, lideram o torneio.

imagem: uol


Luciano Dias

Romário em 2008?

Quem achava que o "Baixinho" iria aposentar suas chuteiras no término do Campeonato Brasileiro, está enganado. Romário deverá jogar o Campeonato Carioca 2008 pelo time cruzmaltino.

Ainda não se sabe quantas partidas ele atuará. De acordo com o presidente do Vasco, Eurico Miranda, Romário deverá jogar o estadual, e sua aposentadoria seria em uma possível final do carioca.

"Já disse uma vez e vou repetir. O Romário vai encerrar a carreira usando a camisa do Vasco. Talvez, isso possa acontecer em uma possível final nossa no Campeonato Estadual", frisou Eurico em entrevista a Rádio Tupi.

Pelo Estadual, o Vasco estreiará contra o time do Madureira, atual vice campeão da taça Guanabara, no dia 20 de janeiro as 16hs.

Imagem: globo


Christiano Soares

Argentina perde a invencibilidade

Nesta terça-feira diante de 2.600 m de altitude, líder Argentina cai de virada por 2 a 1 a para a Colômbia, mas continua na ponta da competição com 9 pontos. Já os colombianos ocupam permantemente o segundo lugar com 8 pontos.

Mesmo com um jogador a menos, Carlitos Tevez expulso, ainda no 1º tempo, os Hermanos abriram o placar em uma bela jogada de Messi aos 37 minutos. A partir do gol, o toque de bola passou a ser estratégia dos Hermanos, que sasia somente em contra ataques.

Só que os donos da casa estavam atentos a estes contra golpes, e passaram a tocar a bola, usando o fator altitude para "cansar" o time argentino.

Aos 17 minutos do segunto tempo, em uma cobrança de falta, Bustos igualou o placar. A partir do empate, o time colombiano sufocou os argentinos e aos 38 minutos, Moreno virou a partida quebrando a invencibilidade da Argentina. Até então, o time argentino não tinha tomado nenhum gol.

Imagem: uol


Christiano Soares

Cruzeirense Marcelo Moreno marca dois, mas não evita derrota boliviana

O atacante boliviano Marcelo Moreno, que joga no Cruzeiro, marcou dois gols no jogo contra a Venezuela, em San Cristóbal, nessa quarta, foi um dos melhores em campo, mas não conseguiu evitar a derrota de sua seleção. Em jogo bastante movimentado, o time da casa esteve atrás do marcador por três vezes, mas conseguiu vencer por 5 a 3.

Com a vitória, a seleção venezuelana subiu para a quarta posição e, se o Brasil perder para o Uruguai, terminará pela primeira vez uma rodada das Eliminatórias na frente da seleção canarinho. Já a Bolívia conseguiu marcar os primeiros gols no torneio, mas pode fechar a rodada na lanterna se o Equador vencer o Peru em Quito.

O cruzeirense Marcelo Moreno realizou ótima partida e aos 18 abriu o placar em jogada individual pela esquerda. Um minuto depois, Arismendi aproveitou um desvio de Maldonado e só teve o trabalho de empurar para as redes. Aos 26, outro jogador que joga no Brasil marcou para a Bolívia. O corintiano Arce se antecipou à defesa e marcou após cruzamento da direita.

Arismendi empatou de novo em um lance curioso. A bola bateu na nuca de Maldonado antes de sobrar para o atacante fazer. No segundo tempo, Moreno marcou o terceiro dos bolivianos em cabeçada certeira. Mas, mesmo com os gols dos "brasileiros", a Bolívia não conseguiu segurar o placar. Guerra e Maldonado, duas vezes, desempataram mais uma vez para os venezuelanos.

No outro jogo do dia, a até então 100% Argentina perdeu por 2 a 1 para a Colômbia, em Bogotá (mesmo campo que o Brasil jogou). Logo aos 24, Tevez foi expulso por chutar o gremista Bustos fora do lance. Mesmo com um a menos, aos 37, Messi fez belíssima jogada e abriu o placar. No segundo tempo, os argentinos não aguentaram a pressão e a Colômbia virou. Bustos, de falta, e Dayro Moreno, em uma bela jogada, fizeram para o time da casa.

Imagem: Reuters


Thiago Ricci

Programa Acréscimos n.º 12 - Dia 23/11

video

Acréscimos - edição número 12 está no ar. Com apresentação de Pedro Rotterdan e comentários de Christiano Soares e Luciano Dias, o debate esportivo abordou diversos assuntos.

Confira a pauta do programa:

  • Eliminatórias: Brasil segue sem vencer fora de casa
  • Galo treina para quebrar tabu
  • Jogadores do Cruzeiro são sondados pelo exterior
  • Ipatinga sonha com título da Série B
  • Thiago Pereira quebra recorde mundial nas piscinas
  • Goleiros se unem contra a fome
  • Mundial de Vôlei Masculino
  • F-1: Nelsinho e Alonso podem correr juntos
  • Ituiutuba desiste da Série C

Não perca o próximo programa na sexta-feira, dia 23 de novembro. Teremos a participação de Leopoldo Siqueira, repórter esportivo do programa Alterosa Esporte.


Equipe Acréscimos

terça-feira, 20 de novembro de 2007

Mario Regueiro, atacante do Uruguai, abandona seleção no aeroporto

O atacante Mario Regueiro, do Murcia, equipe espanhola, desistiu de viajar com a delegação uruguaia nesta terça-feira. O anúncio veio no aeroporto, onde o Uruguai esperava o vôo para a cidade de São Paulo, a fim de enfrentar a seleção brasileira pelas Eliminatórias nesta quarta.

O jogador, que tem 29 anos, abandonou o time dizendo que não se sentia confortável no grupo, e alegou motivos particulares - segundo o técnico Oscar Tabárez. A seleção uruguaia embarcou em Montevidéu no início desta tarde e é esperada no aeroporto de Guarulhos por volta de 16h30.

O técnico Tabárez teve problema semelhante com o volante Pablo García, do mesmo time de Regueiro, que anunciou a aposentadoria da seleção uruguaia na semana passada após se lesionar. No ataque, outro problema. O treinador sul-americano não conta com sua maior estrela, o atacante do Atlético de Madri, Diego Forlán, lesionado.

Imagem: Football365.fr


Thiago Ricci

segunda-feira, 19 de novembro de 2007

Brasil empata com Peru e continua sem vencer fora de casa

O Brasil empatou com o Peru por 1 a 1 nesse domingo, no estádio Monumental Ate, em Lima, pela Eliminatórias da Copa do Mundo e aumentou para seis as partidas sem vitórias fora de casa na competição. A última vitória foi em outubro de 2004, em Maracaibo, quando derrotou a Venezuela por 5 a 2. Depois, foram duas derrotas (Equador e Argentina) e três empates (Uruguai, Bolívia e Colômbia).

Com o resultado, o Brasil caiu para a terceira posição, sendo ultrapassado pelo Paraguai, que goleou o Equador por 5 a 1. Já o Peru comemorou bastante o empate, considerando que seus concorrentes diretos não conquistarão um ponto contra a canarinho mesmo jogando nos próprios domínios, e ficou na oitava colocação.

O time brasileiro mais uma vez não mostrou um bom futebol. E dessa vez não teve a presença da altitude nem dos 20 minutos jogados com excelência. O Peru começou jogando melhor e arriscava vários chutes de fora da área, mas ou parava na falta de pontaria ou nas defesas de Júlio César. Aos 33, a primeira jogada verde e amarelo. Vágner Love, no único momento de brilho na partida, invadiu a área driblando os marcadores e chutou de esquerda rente a rede.

O Brasil continuava dependendo das jogadas individuais e, aos 40, eis que aparece uma. Após receber passe de Maicon, Kaká acertou belo chute de fora da área e abriu o placar da partida. O jogador milanista ainda quase ampliou cinco minutos depois, em uma bela jogada.

No segundo tempo, o jogo manteve-se sem grandes emoções até o Peru conseguir o empate. Depois de rebote de uma cobrança de escanteio, Vargas chutou de fora da área e a bola desviou em Lúcio, atrapalhando o goleiro brasileiro. O Brasil teve a chance de empatar aos 48 em cabeçada de Juan no travessão, mas o jogo terminou empatado.

Na próxima rodada, a seleção canarinho estréia o novo uniforme contra o Uruguai, no Morumbi, nesta quarta-feira. No mesmo dia, o Peru vai a Quito enfrentar o lanterna Equador.

Imagem: AFP


Thiago Ricci

Federer bate Ferrer e conquista o quarto Masters Cup

Nem a ótima fase que o espanhol David Ferrer passava foi capaz de segurar o maior tenista da atualidade, Roger Federer. Com parciais de 6-2, 6-3 e 6-2, impostas em uma hora e 37 minutos, o suiço venceu o Masters Cup pela quarta vez. Já o espanhol, único invicto até a final, encerrou o ano jogando muito bem e na quinta colocação mundial.

A única chance que Ferrer teve em ficar na frente na partida, foi desperdiçada. Logo no segundo game, o tenista perdeu uma chance de quebra. A partir desse momento, só deu Federer. Quebrando os saques de Ferrer nos terceiro e quinto games, o suiço fechou o primeiro set por 6/2.

O cenário não mudou nos sets seguintes e Federer venceu a final rapidamente. Com o título, o suiço se igualou ao romeno Illie Nastase, com quatro títulos da Masters. O tcheco Ivan Lendl e o norte-americano Pete Sampras, com cinco conquistas, são os maiores vencedores do torneio.

Além dessa marca, Federer passou pelo segundo ano consecutivo os US$ 8 milhões em prêmios no circuito. Em toda a carreira, Guga (tricampeão de Roland Garros e vencedor da Masters em 2000, entre outras conquistas) ganhou pouco mais de US$ 14,5 milhões em torneios.

Imagem: Getty Images


Thiago Ricci

100% em Estocolmo, Thiago Pereira repete a dose em Berlim

O minastenista Thiago Pereira ganhou as seis provas que disputou na última semana. Em Estocolmo (Suécia), 5ª etapa da Copa do Mundo de natação em piscina curta e disputada nos últimos dias 13 e 14, o nadador venceu as provas de 100 m e 400 m medley no primeiro dia. No segundo dia, Thiago manteve a média e, além de vencer a prova de 200 m medley, quebrou mais uma vez o recorde sul-americano. Com 1min55s08, baixou o tempo, que já era dele, de 1min55s78.

No mesmo dia, Fabíola Molina também garantiu a medalha de ouro, nos 100 m costas. Com a conquista, o Brasil fechou a participação na Suécia com 4 medalhas de ouro e 1 de prata, sacramentando a melhor campanha verde e amarela na Copa 2007.

Já em Berlim, disputado nos dias 17 e 18, Thiago Pereira se superou. Além de vencer as três provas, quebrou o recorde mundial nos 200 m e ficou próximo da marca nos 400 m. No primeiro dia, o nadador venceu os 400 m medley com o tempo de 4min00s63, diminuindo em quase seis segundos o próprio recorde sul-americano e aproximando bastante de Laszlo Cseh, que tem a marca mundial de 4min00s37. Nos 100 m medley, o minastenista também baixou o tempo sul-americano (52s42), mas venceu com uma diferença mínima para Gerhard Zandberg, da África do Sul, que teve apenas 0s03 de desvantagem.

No segundo e último dia, o feito mais importante. Disputando a prova de 200 m medley, Thiago fechou a prova com o tempo de 1min53s14 e quebrou seu primeiro recorde mundial, que pertencia ao norte-americano Ryan Lochte (1min53s31).

A sétima e última etapa da Copa do Mundo será disputada em Belo Horizonte, dos dias 23 a 25 de novembro. O Brasil tem 17 medalhas até então (oito ouros, quatro pratas e cinco bronzes).

É importante lembrar que os grandes astros da natação desprezam a Copa do Mundo disputada em piscina curta (25 m). Para ilustrar, Thiago não enfrentou nenhum medalhista dos 200 m medley Mundial de Melbourne-07 (Michael Phelps, Ryan Locht e Laszlo Cseh). No Mundial de piscina de 50 m (a mesma encontrada em Olimpíadas), os brasileiros não sobem ao pódio desde Roma-94.

Imagem: AP


Thiago Ricci

domingo, 18 de novembro de 2007

Vôlei feminino do Brasil fica com o vice do mundial e já pensa em Pequim

Uma seleção com grandes jogadoras, mas que convive com a instabilidade.

Este é o vôlei feminino brasileiro, que no mundial disputado no Japão ficou em segundo lugar. A posição foi conseqüência da vitória de nossa seleção sobre as anfitriãs japonesas por 3 sets a 1 e da vitória da Itália sobre os EUA por 3 sets a 0. Com o segundo lugar, o Brasil se classificou para as Olimpíadas de 2008, em Pequim. Itália, que foi campeã de forma invicta, EUA ,que ficou com a terceira posição, e Cuba que terminou o torneio em quarto, também garantiram suas vagas em Pequim.

Alguns fatores devem ser elogiados sobre a campanha brasileira. A experiente Fofão, que deve disputar sua última edição dos Jogos Olímpicos na China, foi eleita a melhor levantadora da competição. A atleta deu mostras de raça e categoria. Outras jogadoras como Paula Pequeno e Fabiana, também tiveram um bom desempenho no torneio. Outro fator a ser destacado, foi a superação brasileira na vitória contra a Sérvia, após o Brasil ter perdido facilmente para a Itália no jogo anterior.

Entretanto, o que ficou claro foi o descontrole emocional da seleção nos momentos decisivos. Foi assim nos jogos Olímpicos de Athenas, no Pan-Americano do Rio, no Grand Prix deste ano e até mesmo no último mundial, em 2006 quando as nossas meninas foram derrotadas para a Rússia que sequer se classificou para esta edição da Copa do Mundo. Ao menos, em 2007, a nossa seleção conquistou seu único título: o fraco Sul-Americano.

No Mundial do Japão, dois jogos foram cruciais para que o Brasil não o conquistasse . Primeiro contra os EUA, quando o time comandado por José Roberto Guimarães perdeu por 3 a 2, após ter vencido os dois primeiros sets. A outra partida foi contra as italianas, quando o Brasil, irreconhecível, foi facilmente derrotado por 3 a 0.

Confira a campanha brasileira:


Primeira Fase - O Brasil estava no grupo B
:
Brasil 3X0Pôlonia, Brasil 3X0 Quênia, Brasil 3X2 Cuba


Segunda fase – também no grupo B:

Brasil 3X0 Peru, Brasil 2X3 EUA


Terceira fase: Novamente no grupo B
:
Brasil 3X0 Tailândia, Brasil 3X0 Coréia do Sul, Brasil 3X0 Rep. Dominicana


Quarta fase:
Brasil 0X3 Itália, Brasil 3X0 Sérvia, Brasil 3X1 Japão



Esperamos que em 2008 a boa seleção brasileira consiga transformar seus talentos em títulos.

Imagem: globo


Luciano Dias

sábado, 17 de novembro de 2007

Absolutos, Federer e Ferrer fazem a final do Masters Cup

Neste sábado foram disputadas as duas semifinais do Masters Cup de Xangai, na China. Na primeira eliminatória, o espanhol David Ferrer confirmou a ótima fase nesse final de temporada e atropelou o americano Andy Roddick por 6/1 e 6/3. O espanhol, sexto colocado do mundo, é o único invicto do torneio e, com a classificação à final, já superou a quinta colocação (que era ocupada pelo rival Roddick) e pode chegar ao quarto lugar se for o campeão.

Na segunda semifinal, disputada entre os dois maiores tenistas da atualidade, Roger Federer arrasou Rafael Nadal por 6/4 e 6/1, em uma hora, e chegou à quinta final consecutiva do Masters Cup. Em todas as finais anteriores, o suiço só perdeu em 2005 para o argentino David Nalbandián, sagrando-se campeão em três oportunidades. O confronto deste sábado foi o 14º entre os dois líderes, com o espanhol tendo vencido oito deles.

David Ferrer e Roger Federer fazem a grande final do Masters Cup Xangai 2007 neste domingo, às 5 horas, horário de Brasília (16h no horário local). A partida terá transmissão do canal fechado Sportv.

Imagens: AFP/Reuters


Thiago Ricci

Seleção Campeonato Brasileiro 2007

Os laterais da Seleção do Campeonato Brasileiro 2007 estão definidos. A eleição para os laterais quebrou o recorde de participações e os votos para a nossa seleção democrática vem aumentando a cada posição.

Na lateral-direita, a briga ficou por conta dos "cariocas" Leo Moura, com 47% dos votos, e Wagner Diniz, com 34% da preferência dos internautas. Na esquerda, três jogadores disputaram a posição: o são-paulino Jorge Wagner, com 24%, o santista e vencedor Kléber, 37%, e a surpresa cruzeirense Fernandinho, que, com 33%, deu uma bela arrancada no final e quase ficou com a camisa 6.

Leo Moura (Flamengo) - 47%
Wagner Diniz (Vasco) - 34%
Coelho (Atlético-MG) - 13%
Gabriel (Fluminense) - 2%
Joílson (Botafogo) - 2%


Kléber (Santos) - 37%
Fernandinho (Cruzeiro) - 33%
Jorge Wagner (São Paulo) - 24%
Juan (Flamengo) - 4%
Júnior César (Fluminense) - 0%


Na manhã desta quinta-feira, saberemos qual a dupla de volantes da nossa Seleção do Brasileirão. Fique atento, você deverá votar em dois jogadores. Os pré-selecionados são: Arouca (Fluminense), Eduardo Costa (Grêmio), Hernanes (São Paulo), Makelele (Palmeiras), Pierre (Palmeiras), Richarlyson (São Paulo), Rodrigo Souto (Santos) e Túlio (Botafogo).

Participe!


Equipe Acréscimos

sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Programa Acréscimos n.º 11 - Dia 16/11

video

Após ficar uma semana sem o programa por motivos técnicos, o Acréscimos voltou com força máxima e contou com a participação especial de Leolpodo Siqueira, apresentador do programa Alterosa Esporte. O jornalista falou do Ipatinga, 3ª força do Estado, destacando sua estrutura e ascensão.

O décimo primeiro programa está no ar com apresentação de Luciano Dias, comentários de Christiano Soares e Pedro Rotterdan.

Veja os destaques do debate esportivo:

  • Atlético enfrenta o Goiás pensando na Sul-Americana;
  • Ipatinga na Elite do Futebol Brasileiro;
  • Cruzeiro depende de outras equipes para conseguir uma vaga na Libertadores;
  • Ronaúdinho Gaúcho é dúvida para o jogo contra o Peru pelas Eliminatórias;
  • Copa do Mundo de Vôlei: Brasil fica com o vice e se classifica para as Olimpiadas de Pequim.

Não perca o próximo Acréscimos, na terça-feira, dia 20 de novembro.


Equipe Acréscimos

Davydenko, eliminado, vence e classifica Federer

O russo Nikolay Davydenko derrotou nesta sexta-feira o chileno Fernando González por 6/4 e 6/3 e eliminou o rival do Masters Cup de Xangai. O quarto do mundo entrou na última rodada da fase de grupos já eliminado com duas derrotas. A vitória serviu para eliminar o tenista sul-americano, que classificaria às semi com uma vitória, e ganhar 120 mil euros (cada vitória nos grupos rende essa quantia aos tenistas).

No outro jogo do Grupo Vermelho, o líder Roger Federer venceu o americano Andy Roddick por 6/4 e 6/2. Com a vitória, o suiço, que estava ameaçado de ser eliminado já na primeira fase, não só garantiu sua vaga nas semifinais como terminou em primeiro.

Com os resultados, Xangai verá o duelo entre os dois maiores tenistas da atualidade na semifinal, Federer contra Rafael Nadal. Na outra semi, o espanhol David Ferrer, único invicto do torneio, enfrentará Roddick. As partidas serão disputadas neste sábado e a grande final no domingo.

Imagem: AFP


Thiago Ricci

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Nadal vence Djokovic e, com ajuda de compatriota, classifica às semi

O espanhol Rafal Nadal venceu nesta quinta-feira o já eliminado Novak Djokovic (SER) por duplo 6/4 e se classificou para as semifinais do Masters Cup de Xangai. O top 2 do mundo só conseguiu a classificação graças a vitória arrasadora do compatriota David Ferrer frente ao francês Richard Gasquet por 6/1 e 6/1.

Dessa forma, o Grupo Dourado acabou com Ferrer invicto, Nadal com duas vitórias, Gasquet com somente um triunfo e o terceiro do mundo Djokovic com três derrotas. Ferrer e Nadal esperam a definição do Grupo Vermelho para saberem quais serão seus adversários.

Pelo Grupo Vermelho, o americano Andy Roddick já está classificado com duas vitórias e joga contra líder Roger Federer (SUI) nesta sexta-feira. No mesmo dia, se enfrentam o chileno Fernando Gonzalez contra o Davydenko (RUS). Federer e Gonzalez disputam a segunda vaga, com vantagem para o chileno, pois derrotou o suiço - confronto direto é o critério de desempate entre dois jogadores. Davydenko tem chances muito remotas de conseguir a vaga nas semi.

Imagem: AFP


Thiago Ricci

Seleção apresenta novo uniforme

Foi apresentado nesta quinta-feira na Granja Comary, em Teresópolis, o novo uniforme da Seleção Brasileira de Futebol Masculino. A equipe está concentrada no local para os jogos contra o Peru e o Uruguai pelas Eliminatórias da Copa.

Graças ao aniversário de 50 anos que fará em 2008, a seleção de 1958 (detentora do primeiro título mundial do país) foi a inspiração para a confecção do novo uniforme, principalmente no desenho da gola. O lado interno desta parte do vestuário conta com a inscrição "Nascidos para jogar futebol", as camisas contam com detalhes nas laterais e com as cinco estrelas no meião.

A estréia será feita na quarta-feira, no jogo contra o Uruguai no Morumbi. Portanto, o atual modelo, que fracassou na Copa de 2006, vai ser usada pela última vez nesse domingo, contra o Peru em Lima.



Imagens: ZDL/Divulgação


Thiago Ricci

Palmeiras vence Flu e volta ao G-4

O Palmeiras derrotou o Fluminense por 1 a 0 nessa quarta, no Parque Antarctica, e voltou para a zona de Libertadores. O jogo, válido pela 36ª rodada, foi adiado por interesses da TV Globo e apresentou gramado encharcado por causa de forte chuva em São Paulo. O Fluminense manteve-se em sexto lugar.

O Palmeiras começou mal, sentindo a ausência do chileno Valdívia (suspenso, substituído por Deyvid), e o time carioca quase abriu aos 9, após o goleiro Cavalieri chutar a bola em cima de Cícero. A partir do momento em que o meia Deyvid crescia no jogo, o Verdão passava a ameaçar o Flu.

Aos 22, o substituto de Valdívia deixou Makelele na cara do gol. Aos 32, Caio acertou um belo chute de fora da área, defendido por Fernando Henrique. Três minutos depois, Fabinho se complicou na saída de bola, Pierre roubou e tocou para Edmundo, que deu uma inteligente assistência para Rodrigão abrir o placar.

No último minuto do primeiro tempo, Thiago Neves quase empatou em cabeçada forte aproveitando cruzamento de Júnior César. Diego defendeu e a bola ainda pegou na trave. Na segunda etapa, as poças d'água aumentaram e o time paulista passou a se defender. Com isso, o Flu tentava empatar com chutes de fora da área.

Mas quem esteve mais perto de marcar foi o Verdão. Aos 37, após cobrança de escanteio Luís desviou na pequena área. Fernando Henrique fez uma senhora defesa. O goleiro também apareceu bem aos 43, quando defendeu chute forte de Martinez, que ainda desviou em Thiago Silva.

O Palmeiras, que tornou-se o único time deste campeonato invicto contra times cariocas (cinco vitórias e três empates), enfrenta o Internacional no Beira-Rio pela penúltima rodada. Já o Fluminense pega o Juventude no Maracanã.

Assista aos melhores momentos:



Imagem: Folha


Thiago Ricci

RBR desiste de Alonso para 2008

A equipe RBR desistiu de contratar o espanhol Fernando Alonso para a temporada de 2008, pois alegam ter contrato firmado com os pilotos David Coulthard e Mark Webber que tiveram um bom desempenho neste último campeonato. O chefe da equipe Red Bull Racing (RBR) Christian Horner, relatou que o asturiano Alonso provavelmente irá para a equipe francesa Renault e declarou a rádio "Onda Cero":

“Estamos orgulhosos de que vinculem Alonso à RBR. Isso demonstra o progresso que conseguimos nas últimas duas temporadas. No entanto, nossos atuais pilotos têm contrato para a temporada 2008. A Renault é a única equipe junto com a Toyota que tem um assento livre e não anunciou seus pilotos para o próximo ano. E Fernando parece que está muito próximo dessas opções”.


Roberto Lopes

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Masters Cup de Xangai vê tops extenuados

O Masters Cup é um torneio jogado anualmente que envolve os oito melhores jogadores ranqueados no ranking mundial da ATP no final da temporada. Os tenistas são separados em dois grupos e todos se enfrentam uma vez, classificando os dois melhores de cada grupo para as semifinais. O torneio não tem o glamour dos quatro Grand Slam (Australian Open, Rolando Garros, US Open e Wimbledom), mas é muito importante, seleto e envolve bastante dinheiro - distribui 3,5 milhões de euros.

Neste ano, os tenistas classificados foram (em ordem de classificação): Roger Federer (SUI), Rafael Nadal (ESP), Novak Djokovic (SER), Nikolay Davydenko (RUS), Andy Roddick (EUA), David Ferrer (ESP), Fernando Gonzalez (CHI) e Richard Gasquet (FRA). Eles foram dividos da seguinte forma:

Grupo Vermelho
Roger Federer
Nikolay Davydenko
Andy Roddick
Fernando Gonzalez

Grupo Dourado
Rafael Nadal

Novak Djokovic
David Ferrer
Richard Gasquet


Porém, por ser jogado no final de uma cansativa temporada, o Masters Cup deste ano em especial está vendo os principais jogadores sucumbirem. Os quatro melhores jogadores já perderam no torneio, iniciado nesse domingo. Federer, número 1, perdeu para o chileno Gonzalez por 3/6, 7/6 (7/1) e 7/5 e se recuperou contra o Davydenko (6/4 e 6/3), mas ainda precisa vencer o Roddick na última rodada para classificar.

O segundo do mundo, Rafal Nadal, está em situação parecida. Venceu o Gasquet por 3/6, 6/3 e 6/4, depois perdeu para o compatriota David Ferrer por 4/6, 6/4 e 6/3 e também precisa vencer o último jogo para classificar. Em condições piores estão Djokovic, terceiro da ATP, e Davydenko, quarto mundial. O sérvio perdeu para Ferrer (6/4 e 6/4) e Gasquet (6/4 e 6/2) e está eliminado do Masters Cup. O russo também tem duas derrotas (Roddick por 6/3, 4/6 e 6/2; e Federer por 6/4 e 6/3) e precisa de uma combinação improvável de resultados.

Confira os resultados do Masters Cup de Xangai:






Thiago Ricci