sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Galo é humilhado pelo Vasco e perde treinador

O filme se repetiu fora de casa, mas desta vez de uma maneira humilhante. Que o Atlético não consegue vencer fora de casa neste Campeonato Brasileiro é fato, mas sofrer uma goleada por 6 a 1 para o Vasco, em São Januário, foi demais para a torcida e para a diretoria atleticana, que não pensou duas vezes em demitir o técnico Alexandre Gallo.

O time cruzmaltino, que estava sob uma interminante crise, subiu cinco posições, ocupando agora o 12º lugar, com 19 pontos. Já o Atlético está agora no 15º posto, com 18.Os gols do time da casa foram marcados por Edmundo, Eduardo Luiz, Madson, Wágner Diniz, duas vezes, e Leandro Amaral. O atacante Jael descontou para o Galo.

Foi realmente um embate para afastar - pelo menos até esta semana - a crise que assolava o Vasco. Os cruzmaltinos não venciam há cinco partidas, estavam na zona de rebaixamento e tiveram a concentração invadida de madrugada pelos próprios torcedores. O armador Morais, um dos destaques, deixou o local alegando não ter mais condições emocionais de defender a equipe. Leandro Bomfim reclamou tendinite e também não jogou.

Mas, as incontáveis falhas do setor defensivo atleticanos foram determinantes para a terceira goleada sofrida pelo Galo no Brasileirão. Além dos erros da zaga, o goleiro Edson esteve em uma péssima noite, falhando em pelo menos dois gols do time cruzmaltino. O restante da equipe continua inoperante, como na maioria dos jogos desta temporada.

No próximo domingo, o Atlético recebe o Sport e a ira da torcida no Mineirão. Já o Vasco, com novas energias, vai ao Morumbi encarar o São Paulo.

Imagem: Paulo Sérgio/ lancepress

Ipatinga não larga a lanterna

Após um primeiro tempo equilibrado, o Sport voltou com outra maneira de jogar para a etapa complementar e venceu o Ipatinga por 3 a 1, na Ilha do Retiro. Com 24 pontos, o time pernambucano já é o sétimo colocado. Para o Ipatinga, a derrota significa a permanência na última posição. Os gols do Leão foram marcados por Carlinhos Bala e Ciro, em duas oportunidades. Beto fez o gol do Tigre.


Luciano Dias

Um comentário:

bruno miranda disse...

vergonha!