quinta-feira, 7 de agosto de 2008

De virada, Galo vence Santos e quebra tabu de 60 anos

Enfím, acabou o jejum. Em uma virada incrível, o Atlético-MG derrotou o Santos por 3 a 2, nesta quarta-feira, na Vila Belmiro. Com o triunfo, o Galo quebrou um tabu que perdurou por 60 anos sem vencer o Peixe no palco desta noite. Além disso, o time mineiro, que venceu a primeira partida fora de casa neste Brasileirão, subiu para 11º lugar, com 24 pontos. Já a equipe da baixada paulista, que mostrou um ínicio de reação há duas rodadas, continua preso à incômoda zona de rebaixamento, na 18ª colocação, com apenas 17 pontos.

Com um bom primeiro tempo, o Santos abriu 2 a 0 no placar - gols de Kléber Pereira e Vínicius (contra). No entanto, os erros defensivos voltaram à tona e o Peixe aceitou a virada do Galo. Jael (foto), Márcio Araújo, e o jovem Rafhael Aguiar foram os heróis da histórica vitória atleticana.

Não precisa nem destacar que o Santos passa por um momento conturbado. Nesta semana, o zagueiro Fabão foi dispensado, sendo mais uma vítima da péssima situação do clube. O técnico Cuca não consegue dar um padrão de jogo para a equipe. A desorganização é tamanha, que o número de contratações nesta temporada já passou de 25 jogadores. Nem na Vila Belmiro, considerada um caldeirão para os adversários, o Santos mostra a mesma força de outrora.

Quanto ao Atlético, o fator motivacional parece ser o principal mérito do novo treinador Marcelo Oliveira. Marcelo, que sempre mostrou bons trabalhos nas categorias de base atleticana, foi o responsável pela efetivação da maioria dos jogadores que atuaram nesta quarta - casos de Édson, Leandro Almeida, Rafael Miranda, Serginho, Márcio Araújo, além de Renan e Raphael Aguiar. O triunfo, o segundo consecutivo, pode trazer a torcida atleticana de volta ao Mineirão, dando um tempo ao protesto "torcida zero".

Veremos se a fanática torcida do Galo voltará às arquibancadas neste sábado, quando o Atlético enfrenta o líder Grêmio, no Mineirão. Já o Santos tenta a reabilitação diante do Náutico, domingo, nos Aflitos.

Imagem: Tom Dib/Lancepress


Outros jogos de quarta:

No Olímpico, no jogo de opostos, o líder Grêmio venceu o lanterna Ipatinga por 1 a 0. No Maracanã, o Fluminense, com três gols de Washington, derrotou o São Paulo por 3 a 1, e confirmou a escrita de ser o algoz do Tricolor paulista nesta temporada. Na Arena da Baixada, no duelo de equipes em crises, o Atlético-PR venceu o Náutico por 2 a 0. Este placar se repetiu na Ilha do Retiro, com o triunfo do Sport sobre a Portuguesa, e em São Januário com o revés do Vasco contra o Coritiba. O resultado derrubou o técnico Antônio Lopes do comando cruzmaltino. Finalmente, no Serra Dourada, o Goiás, com dois gols de Iarley (o último nos acréscimos) derrotou o Flamengo por 2 a 1 e aumentou a crise na Gávea.


Luciano Dias

Um comentário:

bruno miranda disse...

grande virada. Acho que agora engrena...
abraços