quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Cruzeiro vence Colorado e continua na cola do Grêmio

O Mineirão recebeu nesta quinta-feira um dos maiores clássicos do futebol brasileiro. Cruzeiro e Internacional já travaram inesquecíveis duelos. Como não se esquecer da final do Brasileiro de 1975, quando o Colorado levou a melhor? E as quartas-de final da Copa João Havelange de 2000, com o time celeste dando o troco? A partida desta quinta não teve as mesmas emoções destes jogos, mas fez jus a fama de grandes embates. Desta vez, a equipe mineira levou a melhor e venceu o badalado Inter por 2 a 0.

Com o triunfo, o Cruzeiro, que venceu a quarta partida seguida no campeonato, permanece na segunda posição, com 36 pontos - dois a menos que o líder Grêmio. Já o Colorado perdeu a oportunidade de se aproximar do G-4 e caiu para o décimo lugar com 25 pontos.

O time estrelado não contou com Wagner, que não se recuperou a tempo para enfrentar os gaúchos. Entretanto, o seu substituto, Gérson Magrão, fez uma partida irretocável, e foi eleito um dos melhores jogadores em campo. Justamente o substituto de Wagner que abriu o placar, logo aos 3min de jogo. O armador recebeu um belo lançamento de Jadilson da direita (algo incomum), cortou Clemer e arrematou para as redes coloradas.

Com uma atuação inspirada, a equipe estrelada criou várias oportunidades de ampliar o marcador no primeiro tempo. A aposta do Inter, que entrou em campo com quatro volantes (lembrando que todos saem com qualidade para o jogo), eram os contragolpes com Nilmar. Em um destes contra-ataques, Marquinhos Paraná fez pênalti em Adriano. Fábio se transformou em herói ao defender a cobrança do amigo Nilmar.

O contexto da etapa complementar foi o mesmo do primeiro tempo. O Cruzeiro fez 2 a 0 logo no íncio da etapa (Sorondo marcou contra) e criou diversas oportunidades de ampliar o marcador. O Inter por sua vez apostava nos contra-ataques, mas esbarrava na boa postura da zaga cruzeirense e na noite inspirada de Fábio.

Mesmo com o revés, o Inter é apontado pelos críticos como um dos candidatos ao título. O Colorado investiu em grandes jogadores, como D`Alessandro e Daniel Carvalho. O segundo turno do time gaúcho é promissor. No entanto, esta plena confiança em grande campanha pode ser tardia de mais para os objetivos da equipe do "equilibrado" Tite.

Na próxima rodada, a última do primeiro turno, o Inter enfrenta o Figueirense, domingo, no Beira-Rio. Já o Cruzeiro, que ainda sonha com o título do turno, encara , no mesmo dia, a Lusa no Canindé.

Imagem: Jorge Gontijo/ EM

Outras partidas:

No confronto direto ao G-4, o Palmeiras derrotou o Vitória por 3 a 0, no Palestra Itália e consolidou o terceiro lugar no Brasileirão com 34 pontos. No outro jogo, disputado em Florianópolis, o Botafogo confirmou a boa fase com Ney Franco e venceu o Figueirense por 2 a 1.


Luciano Dias

2 comentários:

fábio disse...

rumo ao título...hehe

fernandinha disse...

zeroooo