sexta-feira, 4 de abril de 2008

Cruzeiro vence San Lorenzo e antecipa liderança do grupo 1 da Libertadores

O Cruzeiro tinha dois objetivos na noite desta quinta-feira: classificar e garantir a primeira colocação do grupo 1 antecipada para as oitavas de final da Libertadores. E jogando com muita disposição, o time celeste conquistou a meta ao vencer os argentinos do San Lorenzo por 3 a 1, no Ipatingão. O triunfo levou o Cruzeiro aos 11 pontos, contra sete do San Lorenzo e Caracas, que se enfrentam, no dia 16, na Argentina, pela última rodada da fase de grupos.

Sem dúvidas a postura tática e emocional que o Cruzeiro adota na Libertadores é diferente do Campeonato Mineiro. Na partida contra o San Lorenzo, o time estrelado dominou todo o primeiro tempo, chegando com perigo a baliza de Orion em sete oportunidades. Neste contexto, o Cruzeiro abriu o placar logo aos 10 minutos, com Marcelo Moreno. O boliviano, com oportunismo, aproveitou um bate-rebate dentro da área. Com o gol prematuro, o San Lorenzo tentou algumas investidas, principalmente com o armador D`Alessandro e com o atacante Romeo. A equipe cruzeirense, por sua vez, organizava perigosos contra-ataques. Apodí mais uma vez era a principal válvula de escape.

A etapa complementar trouxe um San Lorenzo diferente, não na formação, mas na postura em campo. A equipe argentina pressionou os cruzeirenses nos primeiros minutos e aos quatro, quase igualou o marcador, com Bergessio, que aproveitou cruzamento de Méndez pela esquerda. Com o jogo favorável, Ramón Díaz deu mais força ao ataque do San Lorenzo com a entrada do meia Bilos no posto do ala-direito González. Aos nove, o experiente Placente cruzou da ponta esquerda, Romeo cabeceou sozinho na grande área e mandou sobre a meta. A segunda tentativa do treinador castelhano foi a entrada do centroavante Silvera no lugar de Romeo. Com o domínio dos visitantes, o técnico Adílson Batista também modificou a equipe. Para reforçar os setor defensivo, ele trocou o apagado atacante Guilherme pelo zagueiro Thiago Heleno.

Entretanto, o ímpeto de “nuestros hermanos” acabou aos 25 minutos. Wagner cobrou escanteio da esquerda, Moreno desviou de cabeça, no centro da área, e mandou no canto esquerdo de Orión, fazendo o segundo tento celeste. O boliviano é agora o artilheiro isolado da competição, com sete gols. O feito desmontou o San Lorenzo e aproveitando deste abatimento Adilson Batista promoveu a entrada de Marcinho para a saída do estreante Henrique. A substituição deixou a equipe estrelada mais ofensiva, desencadeando o terceiro gol, aos 37 minutos. Em outro bate-rebate dentro da área, após cobrança de falta de Marcinho, Wagner aproveitou o rebote e fez o seu primeiro tento na competição.

Quando parecia que o placar já estava decretado, o San Lorenzo fez seu gol de honra. Aos 42, em um vacilo da defensiva celeste, o meia Bilos penetrou na área pela esquerda, passou por três adversários, e cruzou para Silvera desviar para o fundo das redes de Fábio. Mas não dava tempo para mais nada e o Cruzeiro apenas administrou a vantagem, premiando os mais de 15 mil presentes no Ipatingão.

O objetivo do Cruzeiro agora é assegurar a primeira colocação geral da competição. E com esta meta, o time celeste enfrenta o Real Potosí, no dia 16, na Bolivia, em uma altitude de 3.967 metros. Pelo Campeonato Mineiro, o Cruzeiro joga neste domingo, em Juiz de Fora, contra o Tupi, em um confronto que vale a liderança do estadual.

Imagem: Reuters


Luciano Dias

4 comentários:

Salar disse...

See Please Here

España disse...

Isto é fantástico

España disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
España disse...

Como che mando os resumos?