domingo, 14 de setembro de 2008

Grêmio perde e reabre a disputa pelo título

A 25ª rodada do Brasileirão foi de certa forma surpreendente. Poucos esperavam uma derrota gremista em pleno estádio Olímpico. Para o campeonato, o revés Tricolor foi muito importante, já que renova as esperanças de uma disputa mais equilibrada pelo título. A média de gols da rodada foi de 2,5 por partida e os destaques foram o Goiás, time de melhor campanha do segundo turno e que tirou a invencibilidade gremista no Olímpico, o Sport, que goleou em casa, e o Palmeiras, que venceu um rival direto pelo título e por uma vaga na Libertadores.

Confira como foram os duelos da 25ª rodada:

Sábado
Ipatinga (19º) 3 x 2 Atlético-MG (12º)- Ipatingão
Jogo doméstico no Ipatingão. A maioria dos apostadores deve ter jogado em um triunfo do Atlético. Entretanto, é sempre bom destacar a irregularidade do Galo. De fato, foi um embate equilibrado e bastante movimentado, especialmente no segundo tempo. O resultado tira, finalmente, o Ipatinga da lanterna e concretiza o terceiro jogo sem vitória do Atlético.
Gols: Ferreira, Luciano Mandí, Adeilson (I); Renan Oliveira, Leandro Almeida (A)

Grêmio (1º) 1 x 2 Goiás (10º) - Olímpico
Por esta nem o melhor apostador esperava. O pré-jogo mostrava um Grêmio líder, invicto no Olímpico e com a melhor defesa. No entanto, como eu já destaquei em rodadas anteriores, o Goiás é uma equipe que cresce no segundo turno. Não á toa tem a melhor campanha da segunda fase da competição. Este triunfo sobre o líder renova as esperanças esmeraldinas em conquistar uma remota vaga na Libertadores de 2009.
Gols: Léo (Gr); Paulo Baier, J. César (Go)

Atlético-PR (16º) 2 x 0 Portuguesa (20º) - Arena da Baixada
No confronto dos desesperados, o Furacão fez o dever de casa, mesmo sob vaias da torcida. Foi a estréia de Geninho no comando atleticano. O resultado fez com que a Lusa assuma a ingrata missão de iluminar o campeonato com a indesejada lanterna. A Portuguesa apresenta uma campanha pífia no segundo turno (cinco derrotas e um empate) e só mesmo uma grande reação para evitar um rebaixamento da equipe de Estevam Soares. Já o Atlético saiu da zona de rebaixamento.
Gols: J. César, A. Carlos

Domingo
Cruzeiro (3º) 0 x 1 Palmeiras (2º) - Mineirão

O duelo da rodada. No confronto direto pela vice-liderança do Brasileirão, o Palmeiras mostrou que também sabe vencer fora de casa. A equipe foi muito criticada no primeiro turno, pois pouco vencia longe dos seus domínios. Mas nesta segunda fase da competição, o Verdão já conseguiu o segundo triunfo consecutivo fora de casa (anteriormente vencera o Atlético-PR). Já o Cruzeiro mostra mais uma vez que não está preparado para brigar pelo título e deve mesmo beliscar uma vaga na Libertadores 2009.
Gol: Diego Souza

Vasco (17º) 1 x 3 Náutico (13º) - São Januário
Crise em São Januário. O Vasco esqueceu o caminho das vitórias. Já é a segunda derrota consecutiva dentro de casa e, para piorar a situação, a equipe entra na zona de rebaixamento. Já o Náutico vive fase oposta. Triunfou pela segunda vez seguida e aos poucos se afasta da indesejada parte da tabela. O torcedor do Timbu não se esquece do ano passado, quando boa parte da imprensa apontava o Alvi-Rubro como um dos rebaixados, mas com uma destacada reação e com o uruguaio Acosta iluminado, o time fez uma das melhores campanhas do returno.
Gols: Clodoaldo, Ruy, Felipe (N); Leandro Amaral (V)

São Paulo (5º) 2 x 0 Flamengo (7º) - Morumbi
Confronto direto para entrar no G-4. Em um embate travado, o Tricolor jogou o suficiente para se aproximar dos quatro primeiros da tabela. O São Paulo ultrapassou inclusive o Flamengo na classificação. No Rubro-Negro, destaque para a estréia, sem brilho, de Josiel.
Gols: Dagoberto, Hugo

Sport (8º) 5 x 0 Figueirense (15º) - Ilha do Retiro
Em uma tarde inspirada, o atacante Roger ditou o rítimo da goleada leonina sobre o Figueira. O Sport não tem muitas pretensões no campeonato, pois já conseguira uma vaga na Libertadores. Mas, mesmo já classficado para a competição sul-americana, a equipe de Nelsinho Batista vem fazendo um bom Brasileirão. O Figueirense, por sua vez, se encontra em uma perigosa regressão e dois pontos acima da zona da degola.
Gols: Roger (2), Júnior Maranhão, Wilson, Sandro Goiano

Botafogo (4º) 1 x 2 Inter (11º) - Engenhão
Foram 11 jogos de invencibilidade, mas o Fogão não resistiu ao irregular Colorado. O Botafogo perdeu a oportunidade de assumir a terceira posição do campeonato. Já o "galático" Inter não avançou na tabela, mas dá mostras que ainda pode beliscar uma difícil vaga na Libertadores.
Gols: Alex, D´Alessandro (I); André Luis (B)

Vitória (6º) 1 x 0 Coritiba (9º) - Barradão
Vitória e Coritiba apresentam estilos de jogos parecidos. No equilibrado duelo deste domingo, o fator campo fez a diferença e aproximou o Leão dos quatro primeiros colocados. Já o Coxa, que na rodada anterior perdera para o Botafogo em casa, vê a vaga na Libertadores cada vez mais distante.
Gol: M. Cordeiro

Santos (14º) 2 x 1 Fluminense (18º)- Vila Belmiro
Duelo de desesperados. Finalmente, o Peixe encontrou um padrão de jogo e voltou a ter autonomia no caldeirão da Vila Belmiro. Já o Flu, que mostrou uma tímida reação com o técnico Cuca, volta a se encontrar em situação complicada e não consegue largar a indesejada zona de rebaixamento.
Gols: Kléber Pereira, Bida (S); Romeu (F)


Luciano Dias

Um comentário:

Fábio disse...

Grêmio é cavalo paraguaio...
O título vem pra Toca...