segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Última apuração

Coluna Paulo Afonso - Simplesmente por esporte

Nos embalados de sábado à tarde e noite, secar era preciso. Pena ter sido uma atividade inútil ao Cruzeiro. Depois de bater o Sport, quinta passada, o time celeste não contou com a ajuda de ninguém no complemento da rodada. Já dizia o saudoso Barão de Itararé: "de onde menos se espera e que não sai nada mesmo".

O Náutico sequer conseguir acertar o gol em uma cobrança de pênalti diante do Fla. Os cariocas responderam com 2 a 0, nos Aflitos. Nem o conterrâneo e ex-atual parceiro Ipatinga caprichou. Recebeu o São Paulo no Vale do Aço e apanhou por 3 a 1. Até quem vinha tropeçando, mudou de rota. No sul, o Grêmio brigou muito pelos três pontos contra o Bota. Acabou fazendo as pazes com a vitória.

Do rival Atlético, nenhum repeteco da façanha do final de 2007, no Palestra. Aliás, o Galo gosta de contradições. Semana passada, ficou no 0 a 0, em casa, ao pegar a pior defesa da competição, o Figueira. Desta vez, encarou um Palmeiras líder e há seis jogos com a defesa imaculada. Acredite, saiu na frente. Porém, quase no fim da etapa inicial, o experiente Marques deu uma mãozinha ao Verdão. Amarelado, o atacante levantou o braço e cortou a trajetória da bola, em um lance sem perigo. Levou o vermelho. Se o time alvinegro com 11 já parece não estar completo; com menos um, ficou ainda mais dez-maiado. Sofreu o vira.

E quem diria, o carcereiro Mário Sérgio emplacou dois bons resultados longe de casa, após implantar o sistema concentração total no Figueirense. Na oportunidade, condenei (vide coluna). De lá pra cá, segurou o Galo no Mineirão. Bateu o Vasco em pleno São Januário. A continuar assim, o elenco catarinense merece um convite para refilmar “Tudo pela Liberdade”. Por falar em Vasco da Gama, a equipe segue navegando nas turbulentas águas do rebaixamento. O comandante é o teimoso Renato Gaúcho. Estava no Flu. Escapou graças à demissão. Insatisfeito, abraçou uma causa quase perdida.

Charge: Paulo Afonso

2 comentários:

bruno miranda disse...

este do galo tá me matando...
não basta mandar embora o calixo, malriano e lentilson...tem mais barca aí...pelo menos, não ajudamos as meninas...
abraços

Anderson Siqueira disse...

Tá osso do Cruzeiro subir. Depois daquele vacilo contra o Palmeiras em pleno Mineirão ficou difícil.