sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Esporte para promover a Educação

Coluna Paulo Henrique Marques - Cesta na Sexta

O esporte é um elemento importante, não apenas para a saúde física das pessoas, mas também para a convivência em sociedade. Várias pessoas encontram nas práticas esportivas um escape para seus problemas pessoais.

Na última quarta-feira, 15, foi comemorado o “Dia dos Professores”, então vocês perguntam: O que é que isso tem haver com esporte? Simples, o esporte deveria ser melhor aproveitado no Brasil para introduzir em nossas crianças e adolescentes valores que colaborem para o crescimento dos mesmos.

A defasada educação brasileira, que não atende a todos, precisa de uma reformulação rápida. Mas sua importância foi esquecida até mesmos por aqueles que tinham um papel fundamental neste processo: os professores.

Eles vão à escola e fingem que ensinam, os estudantes fingem que aprendem, os administradores públicos fingem que trabalham e a educação fica cada vez mais em segundo plano nas políticas públicas e para a comunidade em geral.

Projetos sociais como os que a Central Única das Favelas (CUFA) realiza, levando esporte e consciência social às pessoas que vivem em comunidades de risco, poderia ter melhores resultados se a educação estivesse adequada nesses determinados lugares.

O basquete, esporte que introduz em quem o pratica noções do funcionamento da vida em sociedade e formas de como trabalhar em equipe, seria uma ótima ferramenta para a ascensão social dessas pessoas, aliada a uma boa educação e medidas tomadas por nossos líderes que facilitem este processo.

No próximo domingo, 19, Cruzeiro e Atlético se enfrentam no Mineirão pelo Campeonato Brasileiro de Futebol. Então, vândalos, não torcedores, sairão às ruas para provocarem uma verdadeira guerra, em um dia que deveria ser de festa. Várias pessoas, inclusive crianças, estarão assistindo todo este papelão pela TV e, então, o exemplo estará dado.

No dia seguinte, jovens motivados por estes atos agridem professores em plena sala de aula como forma de mostrarem que também podem ser “guerreiros” e a educação fica cada vez mais prejudicada. Está na hora de todos, desde estrelas até as pessoas comuns, aproveitarem esta data, o dia 15 de Outubro, para aclamar por melhores condições aos educadores e assim, a melhor qualidade do ensino.

O esporte pode ser um bom aliado neste processo. Ele impõe valores às pessoas e colabora na integração dos mesmos. Mas para que isso aconteça, vamos parar de valorizar coisas inúteis que são feitas por aí e começarmos a desenvolver medidas que promovam uma melhor qualidade de vida para todos.


Imagem: Paulo Henrique Marques

Um comentário:

Anderson Siqueira disse...

Ótimo texto. Devemos todos concientizarmos sobre a violência num trabalho contínuo.