domingo, 16 de novembro de 2008

Nacional feminino de basquete continua com força total

Quem pensava que a equipe do Acréscimos havia esquecido do Campeonato Nacional Feminino de Basquete está muito enganado. Foi apenas um tempo, mas agora estamos na ativa de novo.

No próximo dia 24 de novembro a competição entrará na sua sétima semana. A superioridade paulista continua evidente, as cinco primeiras equipes da tabela são do Estado. Destaque para Ourinhos e Americana que estão em primeiro e segundo lugares, respectivamente.

Na última sexta-feira, 14, Clube Doze/Floripa e Mangueira/Petrobras fecharam a sexta semana do nacional. As catarinenses venceram por 87 a 77. Mesmo com a vitória, o Floripa continua na lanterna, com apenas 20% de aproveitamento (três vitórias e 12 derrotas). As meninas do Mangueira amargam a anti-penúltima colocação com 21,4% (Três vitórias e 11 derrotas).

Enquanto isso, na parte de cima da tabela, Ourinhos, 92,9% de aproveitamento (13 vitórias e uma derrota), Americana, 86,7% (13 vitórias e duas derrotas), Catanduva, 80% (12 vitórias e três derrotas) e Santo André, 50% (7 vitórias e 7 derrotas) ocupam as quatro vagas que garantem um lugar nas semi-finais do Nacional Feminino de Basquete.

A briga pelo título da primeira fase da competição parece estar mesmo entre as três primeiras colocadas, enquanto as outras equipes brigam pela quarta e última vaga para a próxima etapa.

A sétima semana do nacional começa no dia 24 de novembro, com a partida entre São Bernardo e Mangueira/Petrobras. A equipe paulista ocupa a quinta posição na tabela com 46,2% de aproveitamento (seis vitórias e sete derrotas) e está na briga direta por uma vaga para a semifinal. Com uma partida a menos que o quarto colocado Santo André, a equipe de São Bernardo precisa vencer as cariocas por uma larga vantagem de pontos para alcançar a colocação.

Vale lembrar, que de acordo com o regulamento da competição, na primeira fase, as equipes jogam entre si, em turno e returno. As quatro primeiras colocadas, na soma de pontos dos dois turnos, se classificam para a fase semifinal, no sistema de cruzamento olímpico: 1º x 4º e 2º x 3º. Os vencedores decidem o título. As fases semifinal e final serão disputadas em melhor de cinco jogos, sendo a primeira, segunda e quinta partidas na quadra da equipe de melhor campanha.

imagem: CBB

Paulo Henrique Marques

Um comentário:

Fábio disse...

Complicada a situação do cruzeiro.
O time é muito irregular e todo ano ilude a torcida.

Infelizmente o título deve ir para o São Paulo.