terça-feira, 28 de abril de 2009

O curioso caso de JENSON Button

Por Luciano Dias

Calma! O blogueiro Pedro Rotterdan continua no Acrescimos escrevendo a Coluna Pole Position. Mas, não me contive em escrever sobre a Fórmula 1 deste ano, que apresenta um roteiro diferente. Não tem mais domínios da Ferrari e da Mclaren. Nada de Lewis Hamilton, Kimi Raikkonen ou Felipe Massa. Os flashes estão para a equipe Brawn GP e para o atual protagonista: Jenson Button. O inglês lidera o campeonato com 31 pontos, sendo três vitórias em cinco corridas.

Esta Fórmula 1 está parecendo ficção. Situações inesperadas. Coisa de cinema. Você já assistiu o filme O Curioso Caso de Benjamin Button? Bem, estrelado por Brad Pitt e Cate Blanchett, a obra é uma adaptação de um clássico conto escrito em 1920 por F. Scott Fitzgerald sobre um homem que nasce aos 80 anos e vai ficando mais jovem a cada dia que passa. Neste rejuvenescimento, realiza vontades que antes não eram possíveis.

Associando à Fórmula 1, o nome do filme agora é O curioso caso de JENSON Button. As coincidências não param apenas no sobrenome Button. Se no filme, Benjamin consegue realizar sonhos com o passar da sua vida, o mesmo acontece com o protagonista da F1. Jenson se sente um garoto de 18 anos tirando carteira. Olha que já tem 29 anos. O inglês passou de um mero coadjuvante para o papel principal no automobilismo. A Fórmula 1 está o deixando mais novo. A cada corrida, o rejuvenescimento é visível.

Benjamin e Jenson. Ficção e realidade. Mesmo assim, é uma realidade com cenas de ficção. O bom disso tudo é que esse "filme real" não acabou. Vamos aguardar os próximos capítulos. Ou melhor, as próximas corridas.

2 comentários:

mathaus disse...

piadinha sem graça.
soh espero q ele nao tenha alzheimer enquanto dirigi.

Bruno Miranda disse...

A F1 deste ano está mais emocionante. A Ferrari está completamente perdida.

abraços