quarta-feira, 1 de abril de 2009

Críticas de 1º de abril

Por: Christiano Soares

O treinador do Cruzeiro Adilson Batista admitiu nesta terça-feira – em um blog na internet – que anda insatisfeito. O torcedor celeste pode ficar aliviado porque não é com você, e sim com a imprensa mineira. Isso porque o técnico é alvo de críticas de comentaristas o tempo todo. Hoje é 1º de abril dia da mentira, entretanto, está longe de ser uma.


Adilson está 100% correto em suas afirmações. Ressalto, em primeiro lugar, que a mídia influência a torcida – por isso que exigentes, muitas vezes os torcedores respondem com “vaias”. Em segundo lugar, treinador vive de resultados e neste quesito ele está acima da média, inclusive a de Felipão (comandou a raposa em 2001). Para finalizar, bastar comparecer a toca para confirmar: repórteres nem assistem o treino. Como diz Adilson, “isso me irrita muito”.

E irrita mesmo. Basta olhar as notícias de Minas. Sempre há outro foco. Parece que desejam atrapalhar o excelente trabalho do treinador. Só acontece aqui. Em São Paulo e no Rio de Janeiro – onde a cobrança é muito maior – Adilson não é visto como mais um treinador e sim como um técnico de uma nova geração que está em evolução.

Voltando para cá, as críticas foram claramente feitas à uma emissora de rádio. De fato, desde a chegada do treinador esta o bombardeia – tudo pela audiência. Concordando com o técnico, a torcida celeste também não anda de bem com a emissora. Para se ter uma idéia, ela é alvo de boicote em um site de relacionamentos na internet e isto ocorre muito antes de Adilson sonhar em vim para o Cruzeiro.

Por falar em sonho, o desejo do comandante celeste é trabalhar em paz. Não é à toa que os coletivos na toca são fechados. Há “infiltrados” na imprensa que divulgam informações que não devem – todos sabem disso. Moramos no país do futebol, seria mentira dizer que jornalista esportivo não tem time. É por isso que não sou fã de comentarista de futebol. Acredito que se comentarista fosse bom, ele seria treinador de um time. Primeiro de abril fica marcado na vida de Adilson Batista como uma nova era, era em que a impressa sempre o apoiará.

Os números de Adilson:
  • 77 jogos

  • 48 vitórias

  • 12 empates

  • 17 derrotas

Este ano o time celeste disputou 13 partidas, venceu 10 e empatou 3.


Imagem: globo.com

4 comentários:

Joao disse...

Concordo com você,Cristiano.
São poucos aqui que veem o avanço tático de Adilson Batista. Agora, ningúem é perfeito; ele tem algumas falhas,mas no geral ele tá melhor que o Luxemburgo no Palmeiras.
É isso aí, Adilson, mete os ferros mesmo e desconte nas vitórias que o Cruzeiro conquistar!

JOÃO PAULO CASTILHO disse...

Christiano, voltei com o blog River Brasil!
Antes tarde do que nunca!
Um abraço.

Anônimo disse...

É isso ai Cristiano. Adilson tem sido um bom técnico. Aqui em Minas existe a rádio oficial do Galo. Terrível!

José disse...

Disse tudo! a rádio do galo
Adilson é um bom técnico. como o Chris diz: "somos influenciados"
ta ai o recado