terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Terceiro rei português

Coluna Luciano Dias - Memória e calculadora esportiva

Confirmando os prognósticos, o meia português Cristiano Ronaldo foi eleito, nesta segunda-feira, o melhor jogador do mundo. O jogador venceu a disputa da Federação Internacional de Futebol e Associados (Fifa), em sua premiação anual, em Zurique, na Suíça . Cristiano Ronaldo melhorou sua condição em relação ao ano de 2007, quando terminou apenas no terceiro lugar da premiação da Fifa e não escondeu seu descontentamento.

Campeão de 2007, o brasileiro Kaká não terminou sequer entre os três melhores. O camisa 22 do Milan ficou atrás do argentino Lionel Messi, novamente vice após o segundo lugar do ano passado, e do espanhol Fernando Torres, terceiro. O outro espanhol, Xavi, ficou em quinto.

Com apenas 23 anos, Cristiano Ronaldo é o segundo jogador mais jovem a ser bola de ouro da Fifa. O único atleta que conseguiu ser condecorado com menos idade do que o portugês foi um quase xará: o atacante brasileiro Ronaldo, que em 1996 foi premiado com 20 anos de idade – e repetiu a dose em 97, com 21, antes de conquistar seu tri em 2002.

O troféu de melhor do mundo destaca um 2008 incrível para o jogador nascido na Ilha da Madeira. Ao longo do ano, o português levantou a taça do Campeonato Inglês, da Copa dos Campeões da Europa e do Mundial de Clubes da Fifa. - ainda foi artilheiro da Premier League e da Champions League, com 31 gols marcados no torneio nacional e oito no continental. Em premiações, Cristiano Ronaldo faturou a Bola de Ouro da revista France Football e foi indicado para o troféu da Fifpro, a Federação Internacional dos Jogadores Profissionais de Futebol.

Isso não quer dizer, necessariamente, que Cristiano Ronaldo conquistou tudo aquilo que disputou. O português não conseguiu evitar a eliminação do Manchester nas quartas-de-final da Copa da Inglaterra diante do Portsmouth (que foi o campeão). Além disso, o jogador não conseguiu fazer de Portugal campeão da Eurocopa: a seleção lusitana, então comandada por Luiz Felipe Scolari, caiu nas quartas-de-final, perdendo por 3 a 2 para a Alemanha.

Em compensação, Cristiano Ronaldo coloca Portugal novamente no topo: o jovem do Manchester United é o segundo jogador daquele país a ser considerado o melhor do mundo pela Fifa. Ele repete o feito Luís Figo, vencedor em 2001.

A premiação da Fifa, vale lembrar, teve início em 1991. Antes, a Ballon D'Or da France Football era considerada o principal troféu do mundo boleiro. A revista, antes, havia dado seu prêmio máximo a um outro português: Eusébio, em 1965 - o mesmo que entregou a Bola de Ouro a Cristiano Ronaldo em 2008.

Marta é a melhor do mundo

A brasileira Marta conquistou pela terceira vez consecutiva o prêmio de melhor jogadora do mundo. Ela superou a companheira de seleção Cristiane, as alemãs Nadine Angerer e Birgit Prinz, e a inglesa Kelly Smith. Com o prêmio, Marta torna-se a recordista em conquistas, ao lado de Prinz. A alemã dominou a premiação entre 2003 e 2005, mas desde 2006, só a brasileira levou o prêmio.

Imagem: Christian Hartmann/Reuters

3 comentários:

Anderson Siqueira disse...

Pois é. Ele já merecia há algum tempo, apesar de sua marra. Mas Messi e Ibrahimovic são ótimos nomes pra ano que vem.

Vinicius Grissi disse...

Apesar do ótimo segundo semestre de Messi, o título foi justo para Cristiano. Ele foi essencial ao Manchester nas principais conquistas da temporada.

Bruno Miranda disse...

Sem dúvidas, Cristiano Ronaldo foi o melhor em 2008. Ganhou quase tudo com o Manchester e foi artilheiro da Liga dos Campeões e da Liga Inglesa.

Mas em 2009 Messi deve ser eleito.

abração